Americanas (AMER3) descobre rombo de R$ 20 bilhões; CEO renuncia

De acordo com a empresa, o valor decorre de "inconsistências em lançamentos contábeis".

Rombo bilionário

Na noite de ontem (11), a companhia confirmou o valor em um Fato Relevante publicado ao mercado.

No documento, a Americanas esclarece que o rombo foi identificado pela nova gestão.

As incossistências referem-se aos "lançamentos contábeis redutores da conta fornecedores". Com a notícia, a queda de suas ações se aproxima dos 80%.

Eles, de acordo com o documento publicado, foram realizados em exercícios anteriores, incluindo o de 2022.

Executivos renunciam

Diante da polêmica, dois dos executivos recém-empossados renunciaram seus cargos.

Assim, o CEO Sergio Rial e o CFO André Covre, empossados há 10 dias, renunciaram seus cargos. 

Para ocupar as duas posições executivas, a Americanas indicou, interinamente, o diretor de Recursos Humanos da companhia, João Guerra.