Elon Musk é a primeira pessoa da história a perder US$ 200 bilhões

Mesmo com a perda, o CEO do Twitter iniciou o ano com uma fortunna de US$ 137 bilhões.

A maior parte da perda bilionária de Musk é atribuída à desvalorização dos ativos da Tesla, sua montadora de carros elétricos.

De acordo com a Bloomberg, os ativos da empresa acumularam uma queda de 65%.

O segundo mais rico

O prejuízo fez, ainda, com que o CEO do Twitter perdesse o cargo de mais rico do mundo.

Em dezembro de 2022, o bilionário foi ultrapassado por Bernard Arnault, CEO da LVMH.

Ápice da fortuna

Em 2021, Musk hava atingido outro posto: o de segunda pessoa do mundo a acumular um patrimônio superior a US$ 200 bilhões.

Em novembro daquele ano, o bilionário atingia o ápice de sua fortunia, aos US$ 340 bilhões no mês de novembro.