Vitória da Arábia Saudita sobre a Argentina é maior zebra estatística das Copas e desaponta mercado

O jogo de abertura do terceiro dia da Copa do Mundo surpreendeu os apostadores

Publicidade

Publicidade

Nesta terça-feira (22), o terceiro dia de jogos da Copa do Mundo no Catar foi aberto com a partida entre Argentina x Arábia Saudita, que terminou com uma vitória histórica para a segunda.

O resultado, além de ser considerado a maior zebra estatística da história das Copas do Mundo, desapontou o mercado e os apostadores, gerando reflexos em casas de apostas e na cotação do Fan Token da seleção argentina.

Argentina x Arábia Saudita: a maior zebra estatística das copas

Publicidade

Abrindo os jogos do Grupo C, a partida rapidamente se tornou histórica na Copa do Mundo, ocupando o primeiro lugar no ranking de zebras estatísticas de todas as edições, de acordo com o levantamento da Gracenote

A seleção saudita teria uma chance de 8,7% de ganhar a partida, considerando que a Argentina estava invicta em 36 jogos.

Publicidade


Publicidade

Dentro das quatro linhas, uma zebra estatística denomina um resultado inesperado — quase impossível —, considerando as características de ambos os times em campo.

Dessa forma, a derrota da Argentina, que era uma das seleções favoritas em casas de apostas, surpreendeu os apostadores, principalmente, pelo fato de que a Arábia Saudita é a seleção com a menor chance de ganhar o campeonato mundial, ao lado da Costa Rica.

Publicidade

Publicidade

Uma vitória dos hermanos, portanto, seria a mais esperada por apostadores em casas de apostas, garantindo um retorno menor em relação à quantia depositada.

Dentro da bet365, uma das maiores casas de aposta no meio esportivo, a vitória da seleção argentina garantiria um retorno de, no máximo, 1,14 vezes a quantia apostada. 

Publicidade

Chamado de Odd, o número significa que, caso fossem apostados R$ 100,00 e o cenário se concretizasse, o apostador teria um lucro de, no máximo, R$ 14,00.

Em caso de empate, as Odds das apostas seriam de 7,50. No caso da vitória da Arábia Saudita sobre a seleção Argentina, seriam pagos 17,00.

Publicidade

Na sportingbet, outra casa de apostas do meio, os resultados são similares, com poucas diferenças em relação aos retornos da bet365.

Uma vitória da Argentina pagaria aos apostadores 1,16, enquanto as odds de um empate seriam de 7,25. A vitória da seleção saudita garantiu um retorno de 18,50 aos apostadores.

Vitória da Arábia Saudita é a maior zebra estatística da históra da Copa do Mundo/Foto: Agência Brasil

No entanto, os jogadores que mais lucraram com a maior zebra estatística da história da Copa do Mundo foram os da betfair, a casa que, dentre as três, oferecia o menor prêmio no caso de uma vitória argentina, de 1,12.

Nesta casa, um empate renderia aos apostadores 8,50. A vitória da seleção da Arábia Saudita, no entanto, tinha Odds de 20,00. 

Isso significa que os jogadores que apostaram no resultado improvável obtiveram um retorno de até 19 vezes o valor depositado.

Argentina perde o favoritismo

Nas principais casas de apostas esportivas, após a derrota, a Argentina começou a perder seu favoritismo.

Antes do início da Copa do Mundo do Catar, as cotas para jogadores que apostaram em uma vitória argentina eram entre 6 e 7.

No entanto, a derrota inesperada fez com que as Odds aumentassem, representando uma chance menor da seleção de levar a Taça para casa.

Na Bet365, Sportingbet e Bwin, os apostadores teriam um retorno de 8,5 vezes. Na Betano, no entanto, o retorno seria de 8 vezes o valor apostado.

O resultado inesperado também afetou a cotação do fan token da seleção argentina, uma espécie de criptoativo que dá vantagens aos torcedores e pode ser comercializado.

Fan token da seleção argentina (ARG)/foto: Fan Token Brasil

Por volta das 9:05 horas (Horário de Brasília), pouco após o encerramento da partida, o token Argentine Football Association Fan Token (ARG) atingia a sua mínima durante o dia de hoje, somando uma queda de 31,3%, aos R$ 25,85.

Por volta das 15:10, a moeda somava uma desvalorização de 18,78%, atingindo os R$ 28,35.

10 maiores zebras estatísticas

De acordo com o levantamento da Gracenote, empresa que utiliza bancos de dados acessíveis na internet, que leva em consideração diferentes características das seleções, como o contexto histórico, localização e força.

Com base nos dados, veja o ranking das 10 maiores zebras estatísticas da história da Copa do Mundo:

10- Senegal 1 x 0 França (2002)

Jogando contra a seleção campeã mundial de 1998, o Senegal possuía 17,3% de chances de ganhar a partida.

9- Irlanda do Norte 1 x 0 Espanha (1982)

O jogo foi marcado pelo histórico gol de Gerry Armstrong, enquanto a Espanha, país sede da edição, precisava de um empate. A Irlanda do Norte tinha 16,5% de chances de levar a vitória.

8- País de Gales 2 x 1 Hungria (1958)

Depois de um empate durante a fase de grupos, a seleção galesa de futebol saiu vitoriosa da revanche contra uma das equipes consideradas melhores do mundo na época. As chances eram de 16,2%

7- Coreia do Sul 2 x 0 Alemanha (2018)

Mais recentemente, na edição sediada na Rússia, a Coreia do Sul saiu vitoriosa de um jogo contra a Alemanha, com 14,4% de chances. A seleção coreana precisava de, exatamente, uma vitória de dois gols para seguir em frente.


6- Uruguai 2 x 1 Brasil (1950)

Na época, o confronto aconteceu no Maracanã, com cerca de quase 200.000 torcedores. As chances de uma vitória uruguaiana eram de 14,2%.

5- Gana 2 x 0 República Tcheca (2006)

A seleção tcheca havia acabado de vencer um jogo contra os Estados Unidos por 3 x 0, quando em um resultado inesperado, Gana, pioneira em eventos Mundiais, levou a vitória, com chances de 13,9%.

4- Argélia 2 x 1 Alemanha Ocidental (1982)

Esta foi a primeira partida da Argélia em uma Copa do Mundo, contando com os dois gols feitos por Lakhdar Belloumi. As chances de vitória eram de 13,2%.

3- Suíça 1 x 0 Espanha (2010)

O quarto lugar fica com a vitória da seleção da Suíça sobre a espanhola, que viria a se tornar campeã do campeonato três semanas depois, com 10,3% de chances.

2- Estados Unidos 1 x 0 Inglaterra (1950)

Com um time semi-profissional, os norte-americanos, que tinham 9,5% de levar a vitória, saíram vitoriosos da partida contra a Inglaterra, que fazia sua estreia em mundiais.

1- Arábia Saudita 2 x 1 Argentina (2022) 

Enfrentando um time com uma invencibilidade de 36 jogos, um recorde mundial, a seleção saudita, 51ª colocada no ranking da Fifa, obteve uma vitória inesperada, com incríveis 8,7% de chances.

Publicidade