Vendas online da Black Friday somaram mais de R$5 Bilhões em 2021

Um dos períodos mais aguardados no ano pelo comércio, viu as vendas consolidarem o fim o retorno às compras

Publicidade

Publicidade

No Brasil algumas datas são especiais para o comércio popular, a indústria alimentícia fatura milhões na Páscoa, o comércio de objetos, faturam quantias altas com o Dia das Crianças, o Réveillon com a indústria têxtil, o Natal é um dos que mais levanta o faturamento empresarial, mas para o fim do ano, uma data chama atenção, a Black Friday, este ano, o saldo foi positivo para os consumidores e empresários.

A Black Friday online foi a opção de compra preferida dos consumidores, arrecadando um total de R$ 5,4 bilhões, um crescimento de 5,8% no comércio eletrônico, comparado ao mesmo período de 2020, quando a Black Friday teve que ser praticamente nula de forma presencial. 

De acordo com um levantamento realizado pela Neotrust, empresa segmentada no mercado digital com estimativas para varejo, a partir do número total de compras realizadas via e-commerce, ba qual capturados desde a 0h de quinta-feira (25) até às 23h59 de sexta-feira (26), 12% a mais do que em 2020, procuraram algo para comprar nesta data.

Consumidores disputam televisões na Black Friday| Nelson Almeida – AFP
Publicidade

O período válido da Black Friday teve monitoramento de 48h, com um volume de 7,6 milhões de pedidos, 0,5% abaixo do registrado na quinta-feira e sexta-feira de 2020. Já o valor médio nacional das compras foi de R$ 711,38, com menos 6,4% superior a 2020. De acordo com projeção da ClearSale, empresa antifraude, o valor de fraudes evitadas até 23h da sexta-feira foi de R$ 66,3 milhões.

Apenas na tarde de sexta-feira (26), o faturamento do e-commerce teve pouco mais de R$ 4 bilhões de ganhos, com 4,5% acima do período em 2020. E a Head de inteligência da NeoTrust comentou a Black Friday: 

Publicidade

“Esse faturamento foi abaixo do que estávamos projetando. Teve uma performance abaixo do que foi a quinta-feira (25), que teve crescimento de 10%. Em número de pedidos, na sexta-feira, tivemos 5,2 milhões de pedidos. Isso representa 2,4% abaixo do que tivemos em 2020. O pico de vendas ocorreu entre 10h e 14h de sexta-feira”.

Publicidade

Algumas lojas tiveram movimentação baixa em 2021 | Foto: Itana Alencar – Globo Bahia

Apenas em Outubro, os gastos de brasileiros no exterior, somaram mais de 530 milhões de dólares. Já no Brasil, muitos compradores da Black Friday online, adquiriram produtos vindos do exterior, muitos chegando apenas em 2022. O frete pela metade do preço, foi um dos alvos dos compradores. 

O cartão de crédito foi a forma de pagamento preferida pelos consumidores, o PIX teve uma performance abaixo das expectativas, o boleto bancário caiu 4 pontos percentuais em relação à 2019 e 2020. 

Publicidade

Publicidade

A categoria mais vendida em um geral foi a de Moda e Acessórios – Vestuário, as categorias com maior número de pedidos foram: Beleza e Perfumaria, Telefonia e Eletrodomésticos. Com o maior faturamento foram: Telefonia, Eletrodomésticos, Eletrônicos, Informática e Móveis. O Sudeste teve 61% de todo e-commerce do país, seguido por Nordeste com 16%, Sul 14%, Centro-Oeste 6% e Norte com 2%.

A idade também foi fator crucial nas vendas, o comércio online teve 35% de pessoas entre 25 e 35 anos, 34% de pessoas entre 36 e 50 anos, 17% até 25 anos e em 2021 a Black Friday registrou um recorde de pessoas com mais de 51 anos comprando online, um total de 14% possuíam a idade acima dos 50. As mulheres dominaram as vendas online, somando 57% do total dos compradores gerais.

Publicidade

Publicidade