Tembici e Itaú (ITUB4) renovam parceria por mais 10 anos

A renovação foi anunciada no aniversário das bikes Itaú

Publicidade

Publicidade

Nesta quinta-feira (22), no Dia Mundial Sem Carro, a companhia de mobilidade Tembici e o Itaú Unibanco  (ITUB4) anunciaram a renovação de sua parceria por mais 10 anos.

Com isso, a expectativa das empresas é fazer com que mais 20 mil bicicletas sejam disponibilizadas nos próximos 10 anos.

Renovação da parceria

Publicidade

Através do acordo, firmado em meados de 2012,  o Banco disponibiliza as conhecidas bicicletas laranjas para aluguel em diversas cidades da América Latina, marcando presença na Argentina, Chile e no Brasil.


Publicidade

Dessa forma, com a renovação, as companhias buscam expandir a frota de bikes em 50%, com a expectativa de que mais de 20 mil unidades passem a ser disponibilizadas nos próximos 10 anos.

Publicidade

O anúncio foi feito, ainda, no Dia Mundial Sem Carro, data em que cidades do mundo inteiro se comprometem em conscientizar os usuários de automóveis, sejam carro ou moto, sobre a dependência e o uso excessivo desse meio de transporte.

Atualmente, nos três países da América Latina em que as empresas atuam, as bicicletas já estão presentes em 10 cidades: São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Porto Alegre, Recife, Jaboatão dos Guarapes e Olinda, Santiago, Nordelta e Buenos Aires. 

Publicidade

Publicidade

Além disso, o contrato também prevê levar as laranjinhas para novos países, como a Colômbia, no próximo dia 30 de setembro.

Bicicletas do Itaú estão presentes em 10 cidades na América Latina/Foto: CicloVivo

Somando mais de 3 milhões de usuários no Brasil e, ao todo, mais de 71 milhões de viagens, o projeto foi responsável por aumentar o uso de bicicletas compartilhadas em mais de 400% nesses primeiros dez anos de acordo.

Publicidade

Com um total de 440 milhões de quilômetros rodados, seria possível dar 15 voltas completas ao redor do mundo com a distância total percorrida com as bicicletas laranjas.

“A mobilidade urbana sustentável é uma causa levada muito a sério pelo Itaú”, disse a Diretora de Relações Institucionais e Sustentabilidade do Itaú Unibanco, Luciana Nicola, afirmando que a parceria contribui para a preservação do meio ambiente e a criação de cidades sustentáveis e funcionais.

Publicidade

A parceria também é vista com positividade pela Tembici. Para seu CEO, Tomás Martins, o Itaú foi um viabilizador fundamental para que a transformação realizada pela companhia fosse promovida nas cidades em que atua, “evidenciando a bicicleta compartilhada como um modo de transporte econômico e altamente eficaz para diversos trajetos”.

“Nos próximos dez anos, agora com um sistema consolidado, iremos expandir nossa operação e continuar investindo em um sistema democrático e sustentável”, conclui o executivo.


Depois de anunciar a renovação do acordo, as ações do Itaú Unibanco (ITUB4) se valorizaram nesta quinta-feira (22). Seus ativos somaram às 14:36 horas (Horário de Brasília) uma alta de 1,31%, atingindo os R$ 28,67.

No período de seis meses, seus papéis subiram em 4,79%. No acumulado do ano, a alta atingiu os 33,29%.

Tembici em Curitiba

Além de renovar a parceria com o Itaú Unibanco por mais 10 anos, a Tembici foi anunciada nesta quinta-feira como a primeira empresa habilitada a prestar o serviço de bicicletas compartilhadas na cidade de Curitiba.

Dessa forma, segundo a Prefeitura da cidade, 500 bicicletas serão disponibilizadas em 50 localizações a serem definidas.

Mauricio Villar, COO da Tembici/Foto: Neofeed

A adoção integra um programa da Prefeitura de Curitiba com o objetivo de conscientizar sua população sobre a adoção de tecnologias limpas de transporte e fazer um estímulo à intermodalidade, a ação Curitiba Viva Bem.

“Esse é um momento de fundação de uma nova mentalidade, de abandonar a ideia de andar somente de carro”, disse o prefeito da cidade, Rafael Greca.

Rodada de Investimentos

Em setembro do ano passado, há um ano, a Tembici ainda contou com uma rodada Série C, levantando a quantia de R$ 53 milhões.

A licitação em que a empresa foi vencedora foi organizada pela C40 Cities Finance Facility e contou com o apoio da GIZ, a Agência Alemã de Cooperação Internacional.

De acordo com a companhia, na época, o montante seria utilizado para continuar seu plano de expansão, com o objetivo de iniciar suas operações na Colômbia, na cidade de Bogotá.

Publicidade

O melhor conteúdo de negócios e economia no Brasil, de graça para você.

Cadastre-se para ter acesso a este conteúdo, é totalmente de graça!

Ao se cadastrar, você concorda com o compartilhamento de seus dados com a Estoa, e com os Termos de Uso , incluindo o uso de cookies e o envio de comunicações