Telegram anuncia plano para construir exchange descentralizada (DEX)

Publicidade

Publicidade

Pavel Durov – fundador e CEO do Telegram – anunciou em seu canal que a empresa começaria a construir “carteiras sem custódia” e uma “exchange descentralizada” que permitiriam que milhões de usuários negociassem suas criptomoedas com segurança.

“Dessa forma, podemos corrigir os erros causados ​​pela centralização excessiva, que decepcionou centenas de milhares de usuários de criptomoedas”, disse Durov.

Publicidade


O executivo argumentou que o projeto deve ser viável. Segundo Durov, o desenvolvimento do Fragment, plataforma descentralizada de leilões do Telegram, “levou apenas 5 semanas” para ser criado.

Publicidade

Reunindo a comunidade de desenvolvedores, Durov pediu que o setor voltasse para aplicativos descentralizados e que não precisasse confiar em terceiros.

Publicidade

A dependência de entidades centralizadas, disse ele, fez com que muitos perdessem seu dinheiro na falência da FTX nas “mãos de alguns que começaram a abusar de seu poder”.

A FTX foi acusada de administrar mal os fundos dos clientes, emprestando-os para a Alameda Research.

Publicidade

Publicidade

Outras bolsas estão agora se esforçando para implementar melhores verificações e balanços, incluindo sistemas de prova de reservas que tentam verificar a posse de fundos de clientes em blockchain.

O fundador da Cardano, Charles Hoskinson, repetiu o mesmo argumento de Durov em relação à FTX no Financial Times Crypto and Digital Assets Summit na quarta-feira.

Publicidade

“As falhas que estamos tendo não são falhas de protocolos, não são falhas de DeFi”, disse Hoskinson.

“São falhas de confiança, são falhas de regulamentação, são falhas de pessoas.”

Publicidade


Analistas do JP Morgan observaram uma drenagem “severa” de fundos de outras exchanges centralizadas depois que a FTX declarou falência, incluindo Gemini, OKX e Crypto.com.

O colapso da FTX também desencadeou um contágio no mercado, afetando várias empresas centralizadas de empréstimos.

A BlockFi já entrou com pedido de falência, enquanto outras mesas de negociação, como a Genesis, congelaram as retiradas.

*Com Criptonizando

Publicidade