Sebrae cria sua própria fintech para conceder crédito, a Sebraecred

A empresa vai funcionar como uma SCD

Publicidade

Publicidade

De acordo com o comunicado 39.123 publicado no último dia 9 de setembro pelo Banco Central, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) está desenvolvendo sua própria fintech para o fornecimento de crédito, a Sebraecred.

Esta se trata de uma Sociedade de Crédito Direto (SCD) e a iniciativa é liderada pelo Sebrae Nacional.

Sebraecred

Publicidade

O desenvolvimento de sua própria fintech para emissão de crédito marca a estreia da instituição na área. Através de sua SCD, o Sebrae busca iniciar a concessão de crédito de forma direta, utilizando-se dos seus próprios recursos.


Publicidade

No entanto, nada foi divulgado sobre a estruturalização do Sebraecred, ou seu fôlego para conceder crédito.

Publicidade

Apesar disso, de acordo com fontes ouvidas pelo Digital Money Informe, a instituição já iniciou o processo de capitalização para o novo projeto, além de desenvolver uma gerência exclusiva para cuidar da fintech.

Sebrae presta assistência à PMEs/Foto: Reprodução

Tudo isso para que, segundo o portal, a concessão de crédito por meio do Sebraecred comece ainda neste ano. Esta será, ainda, a primeira vez em que a instituição vai atuar com serviços deste tipo desde sua criação, há 50 anos.

Publicidade

Publicidade

Até o momento, o Sebrae agia como um avalista pelo Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe), atendendo instituições como Banrisul, BRB, Banco Banese, Banco do Brasil, Banco Original, Sicredi, Sicoob, entre outras.

Desde sua criação, em 1995, até agosto de 2022, segundo o Sebrae, o Fundo já foi responsável por conceder o aval a 11,8% de todo o crédito concedido às micro e pequenas empresas, totalizando a quantia de R$ 42,3 bilhões.

Publicidade

De acordo com uma fonte, “o Sebrae tem experiência com fundo garantidor e tem no seu conselho bancos como Caixa e BB. Não sei como vai soar isso. Pode ser uma boa, mas para gerir uma SCD precisa ter experiência”.

Cenário atual

O desenvolvimento de uma fintech capaz de conceder crédito a micro e pequenas empresas vem em um bom momento para o setor. 

Publicidade

De todas as cerca de 20 milhões de empresas registradas no Brasil, cerca de 94% são de pequeno porte, segundo dados do governo federal. Isso representa aproximadamente 18,8 companhias.

Essas empresas são, ainda, responsáveis por movimentar cerca de um terço do PIB brasileiro, gerando aproximadamente R$ 420 bilhões por ano, de acordo com o Atlas dos Pequenos Negócios, divulgado pelo Sebrae neste ano.


O cenário de fintechs também segue em expansão, contando com, no total, 75 empresas de crédito reguladas. 

Dessas, 65 são Sociedades de Crédito Direto, assim como o Sebraecred, e 10 Sociedades de Empréstimo entre pessoas (SEPs), de acordo com o Banco Central.

Estréia na área de crédito

A medida dá continuidade ao objetivo da instituição de atender as micro e pequenas empresas e startups brasileiras. Apenas neste ano, o objetivo do Sebrae é superar a marca de 500 startups atendidas.

Além de lançar o WFintech, um programa desenvolvido pela instituição com o objetivo de impulsionar fintechs lideradas por mulheres, o Sebrae também lidera uma iniciativa com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para atender microempreendedores e microempresas a partir de dezembro deste ano através de um fundo de operações de crédito.

BNDES FGI Sebrae preta o programa de Crédito Assistido/Foto: Reprodução

Com o objetivo de movimentar até R$ 15 bilhões pela causa, o fundo investidor BNDES FGI Sebrae foi criado. Isso faz com que o risco das operações seja reduzido, fazendo com que as organizações parceiras viabilizem inicialmente, de forma individual, R$ 150 milhões.

Além de atender as empresas com a concessão de crédito, a iniciativa também vai disponibilizar o programa de Crédito Assistido, que trará diagnósticos, consultorias e outros tipos de assistência.

Com isso, a instituição pretende reduzir os riscos de inadimplência, trazendo segurança às operações de crédito e atuando de forma sustentável.

Publicidade

O melhor conteúdo de negócios e economia no Brasil, de graça para você.

Cadastre-se para ter acesso a este conteúdo, é totalmente de graça!

Ao se cadastrar, você concorda com o compartilhamento de seus dados com a Estoa, e com os Termos de Uso , incluindo o uso de cookies e o envio de comunicações