Rishi Sunak é eleito como o novo primeiro-ministro do Reino Unido

O parlamentar foi escolhido hoje como líder do Partido Conservador

Publicidade

Publicidade

O britânico, filho de imigrantes, Rishi Sunak, foi eleito como o novo primeiro-ministro do Reino Unido na manhã desta segunda-feira (24). O novo líder de 42 anos chega ao cargo depois de conseguir o apoio mínimo do Partido Conservador.

Sunak, que a princípio concorreria ao cargo com outros dois oponentes, Boris Johnson e Penny Mordaunt, acabou vencendo a disputa sem dificuldades após a desistência dos outros candidatos.

Publicidade


Troca de poder

Rishi Sunak chega ao poder no Reino Unido depois da renúncia de Liz Truss na última quinta-feira (20). A ex-primeira-ministra optou por abrir mão do cargo depois de enfrentar grandes crises enquanto ainda estava no comando, a principal delas por causa do seu plano de governo que previa um corte drástico no orçamento.

Publicidade

Rishi Sunak é eleito como o novo primeiro-ministro do Reino Unido
Rishi Sunak assumirá lugar de Liz Truss que ficou 44 dias no cargo /Foto: Reprodução

A ex-premiê que ficou somente 44 dias no poder, havia prometido ainda no seu discurso de renúncia, que ficaria no cargo até a escolha de um novo nome para ocupar o seu lugar. A previsão inicial era de que um resultado seria divulgado até o dia 28 deste mês.

Publicidade

No entanto, o ex-ministro das finanças foi o escolhido para assumir o posto com o objetivo de lidar com a crise econômica na qual o país está passando em virtude dos cortes de gastos, e aumentos dos preços de energia e alimentos. 

Anteriormente, Sunak já havia concorrido ao cargo de primeiro-ministro britânico. No início de setembro ele foi superado por Liz Truss em votação realizada pelos filiados ao Partido Conservador. Na época, Truss recebeu cerca de 81 mil votos, enquanto Sunak recebeu pouco mais de 60 mil votos.

Publicidade

Publicidade

Agora, Sunak chega não apenas com o objetivo de assumir como premiê, como também de reconduzir o Reino Unido para um caminho mais promissor nos próximos meses. O ambiente conturbado no país faz com que ele seja agora o terceiro primeiro-ministro em menos de três meses.

Para chegar ao poder do Partido Conservador e assumir como primeiro-ministro, Sunak teve de conseguir o apoio de 100 parlamentares. De acordo com as regras do Comitê de 1922, o grupo parlamentar do Partido Conservador, caso apenas um candidato alcançasse esse número, ele assumiria automaticamente. 

Publicidade

Concorrentes de Rishi Sunak

A disputa na última quinta-feira após a renúncia vinha se desenhando para ter Sunak como o favorito para o cargo, mas em uma disputa direta com outros candidatos, a primeira delas era Penny Mordaunt, que assim como ele já havia se candidatado na última eleição, porém terminou a disputa em terceiro lugar. 

Dessa vez, segundo a rede britânica BBC, Mordaunt também estava em terceiro lugar na disputa. Em virtude disso, na manhã desta segunda-feira, pouco antes do anúncio da eleição de Sunak ao cargo, ela optou por desistir da sua candidatura.

Publicidade

Rishi Sunak é eleito como o novo primeiro-ministro do Reino Unido
Penny Mordaunt e Boris Johnson desistiram da candidatura para cargo /Foto: Reprodução

O outro concorrente ao poder, Boris Johnson, é um nome que se envolveu em inúmeras polêmicas nos últimos anos, sendo que o principal motivo para o ex-primeiro-ministro ter renunciado ao cargo foram os escândalos em que estava envolvido. Porém, desde o princípio, ele estava entre os cotados, chegando a somar cerca de 57 apoiadores até ontem, segundo a BBC.

No entanto, ainda na tarde de ontem, Johnson afirmou que não iria concorrer ao cargo, alegando que não era a coisa a se fazer, “Temo que o melhor seja não levar minha nomeação adiante e me comprometer a apoiar quem quer que vença”, afirmou o ex-premiê.

Plano de governo 

Ainda durante o seu comunicado para anunciar a sua candidatura neste domingo, Sunak destacou a forte crise econômica pela qual o Reino Unido vem passando nos últimos meses. Com isso, o novo primeiro-ministro terá pela frente um grande desafio para pôr o país nos trilhos.

No seu plano de governo, Sunak pretende não só garantir uma estabilidade para a economia britânica, como também unir novamente o Partido Conservador.

A crise entre os conservadores vem sendo agravada nos últimos anos desde o Brexit, que marcou a saída do Reino Unido da União Europeia. Em decorrência disso, o novo premiê irá trabalhar para manter o Brexit seguro e buscar a unidade do Partido.

Publicidade