Rede D’Or avalia a SulAmérica em R$ 15 bi em acordo de incorporação

Publicidade

Publicidade

A Rede D’Or, dona dos hospitais São Luiz, anunciou nesta quarta, 23, acordo para incorporar a seguradora SulAmérica, uma das mais tradicionais do País. O negócio avalia a SulAmérica em R$ 15 bilhões. Pelo acordo, a Rede D’Or vai assumir todas as operações da companhia de seguros. Os acionistas da SulAmérica receberão um total de 13,5% do capital social da operadora de hospitais após a conclusão do negócio.

Segundo fontes de mercado, a operação foi anunciada após uma negociação-relâmpago entre as duas partes, de cerca de duas semanas. Pelo contrato, a SulAmérica se comprometeu a negociar exclusivamente suas operações com a Rede D’Or. Se desistir em até 12 meses, a multa estipulada pelo contrato é de R$ 5 bilhões; caso a desistência venha em até 18 meses, a penalidade cai para R$ 2 bilhões. A aprovação do negócio depende de aprovação de órgãos reguladores, destacaram as empresas ontem em fatos relevantes.

Publicidade

Os papéis de SulAmérica e Rede D’Or dispararam no fim do pregão de ontem na Bolsa brasileira, a B3, fechando com saltos de 25,16% e 8,82%, respectivamente – as maiores altas do Ibovespa, principal índice de ações do País.

O movimento dos papéis foi impulsionado pelo acordo, antecipado pelo colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, na reta final do pregão, e confirmado por fatos relevantes publicados na CVM. A combinação de negócios foi aprovada pelos conselhos das companhias, mas depende ainda do aval em assembleia.

Publicidade

Para Leo Monteiro, analista de renda variável da corretora Ativa, o negócio é potencialmente bom para as duas empresas envolvidas, ainda mais em um momento de alta competitividade no setor. “O negócio parece ser promissor para as duas empresas envolvidas. Para a Rede D’Or, a aquisição daria acesso a uma base de mais de 2,3 milhões de beneficiários, enquanto para a SulAmérica o negócio com uma rede renomada como a D’Or daria mais atratividade aos seus planos de saúde, além de potencialmente reduzir sua sinistralidade”, afirma Monteiro.

Publicidade

Vice-líder

De acordo com o ranking da Confederação Nacional das Seguradoras (CNSeg), a SulAmérica foi a segunda maior empresa do ramo de saúde no ano passado, atrás apenas da Bradesco Seguros.

Com a venda de sua carteira de seguros automotivos para a Allianz, em 2020, a SulAmérica incrementou seu foco em saúde, e vinha fazendo uma série de aquisições nesse segmento.

Publicidade

Publicidade

O acordo de associação entre as companhias tomou por base as cotações das ações da SulAmérica na B3 no fechamento do último dia 18, com prêmio de 49,3% sobre as ações da empresa.

A Rede D’or assumirá não apenas as áreas de saúde da SulAmérica, mas também as de odontologia, seguros de vida e previdência, além da SulAmérica Investimentos. De acordo com os comunicados das empresas, a seguradora manterá os times de gestão, operação e estratégia.

Publicidade

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo e com Estadão Conteúdo.

Publicidade

O melhor conteúdo de negócios e economia no Brasil, de graça para você.

Cadastre-se para ter acesso a este conteúdo, é totalmente de graça!

Ao se cadastrar, você concorda com o compartilhamento de seus dados com a Estoa, e com os Termos de Uso , incluindo o uso de cookies e o envio de comunicações