Pré-halving: Litecoin se valoriza 28% nas últimas 24 horas

Publicidade

Publicidade

O mercado de criptomoedas abriu em forte recuperação nesta quarta-feira (23). Nesse sentido, a Litecoin (LTC) registrou a segunda maior valorização do Top 100: 28,3%. Somente a CRV teve uma alta maior do que a LTC.

De acordo com o CoinGecko, a LTC subiu mais de 43% apenas em novembro, saindo de US$ 55 para US$ 79. Somente nas 24 horas, a criptomoeda registrou 28%.

Publicidade

Ou seja, a criptomoeda registrou um forte contraste com líderes de mercado, Bitcoin (BTC) e Ether (ETH), que caíram 19% e 26% no mês, respectivamente.


Publicidade

Valorização pré-halving

Esse movimento da LTC tem a ver com um evento muito conhecido entre os investidores de BTC: o halving.

Publicidade

Assim como a criptomoeda líder, a Litecoin também sobre cortes periódicos na emissão, o que reduz a oferta de LTC no mercado.

O halving da LTC está previsto para ocorrer daqui a oito meses e será o terceiro halving da história da LTC.

Publicidade

Publicidade

Atualmente, cada bloco da rede da Litecoin dá 12,5 LTC de recompensa, valor que cairá para 6,25 LTC por bloco por volta de julho de 2023.

Para os nativos de criptomoedas, o rali mais recente do LTC pode ser um resquíscio da mudança de tendência de baixa para alta.

Publicidade

O mesmo processo ocorreu nos meses que antecederam os halvings anteriores, que ocorreram em 26 de agosto de 2015 e 5 de agosto de 2019.

Além de se valorizar forte em dólar, o preço da LTC também registrou ganhos reais, ou seja, se valorizou em BTC.

Publicidade

Nesse sentido, o par LTC/BTC teve valorização de 50% em novembro, estabelecendo uma nova máxima anual de 0,003970 BTC em 22 de novembro.


Risco de correção a caminho?

Embora o preço da LTC apresente divergência em relação a tendência do mercado, há riscos de que a criptomoeda experimente fortes correções.

De acordo com o Índice de Força Relativa (RSI, na sigla em inglês), a LTC está supervalorizada em relação ao BTC.

O RSI do par LTC/BTC, que mede a velocidade do par e a mudança nos movimentos de preços, subiu acima de 70 em 22 de novembro.

Uma leitura acima de 70 é considerada sobrecompra, ou seja, a LTC estaria acima do chamado “valor justo”.

Nesse sentido, muitos analistas tradicionais veem como um sinal de uma reversão de baixa iminente. Em abril de 2021, o RSI do par também alcançou 70 e logo depois, a LTC enfrentou uma forte correção que levou a 75% de queda entre abril de 2021 e junho de 2022.

Publicidade