Parlamento russo rejeita criptomoedas como pagamento e espera nova lei

Publicidade

Publicidade

A câmara baixa do parlamento russo, a Duma do Estado, votou contra uma legislação destinada a regular a mineração de criptomoedas.

Enquanto os legisladores rejeitaram essa proposta, que também visava legalizar os pagamentos de criptomoedas no país, outro projeto de lei sobre mineração, que permite transações internacionais com ativos digitais, é esperado na legislatura em um futuro próximo.

Publicidade

Os parlamentares criticaram os promotores por não formularem adequadamente os princípios regulatórios para a atividade, bem como os requisitos para data centers e operadores de mineração.


Publicidade

Representantes dos comitês parlamentares que revisaram a legislação também a descreveram como fragmentada e ambígua, informou a agência de notícias cripto russa Bits.media.

Publicidade

Eles destacaram que o projeto não especifica como os mineradores e seus equipamentos seriam registrados ou como aqueles que mineram como empreendedores individuais seriam identificados.

A rejeição do projeto segue recomendação do Comitê do Mercado Financeiro. Seus membros observaram que prevê o uso de criptomoedas para pagamentos dentro da Federação Russa, quando a constituição do país define o rublo russo como a única moeda legal e proíbe os chamados “substitutos monetários”.

Publicidade

Publicidade

Enquanto isso, outra proposta legislativa para regular a extração de moedas digitais também foi apresentada esta semana.

De acordo com Anton Gorelkin, vice-presidente do Comitê de Política de Informação da Duma, este novo rascunho, que conterá disposições que permitem pagamentos transfronteiriços e facilitam o desenvolvimento de infraestrutura cripto doméstica, será arquivado em breve.

Publicidade

Citado pela RBC Crypto, Gorelkin explicou no Telegram que este será um documento mais elaborado que leva em conta as opiniões do Banco Central e do Ministério das Finanças e não ameaça o rublo como único meio de pagamento na Rússia.

O futuro das criptomoedas e atividades relacionadas, como mineração, foi objeto de discussões prolongadas entre instituições governamentais em Moscou no ano passado.

Publicidade

A maioria das autoridades sustenta que eles não devem ser usados ​​para pagamentos na Rússia, mas devido à pressão das sanções, a ideia de legalizar os acordos internacionais de criptomoedas vem ganhando apoio.


Espera-se também que um projeto de lei “Sobre Moeda Digital” preencha as lacunas no quadro regulatório remanescentes após a adoção da lei “Sobre ativos financeiros digitais”.

Este último entrou em vigor em janeiro do ano passado e abrange principalmente moedas e tokens digitais com um emissor.

Nos últimos dois anos, a mineração de bitcoin se estabeleceu como um negócio lucrativo na Rússia, especialmente em suas regiões ricas em energia.

De acordo com um relatório recente, as receitas no setor aumentaram 18 vezes desde 2017, mas os mineradores russos foram duramente atingidos pelas restrições ocidentais impostas pela invasão da Ucrânia.

*Com Criptonizando

Publicidade