Huobi faz parceria com startup para integrar Pix em compra de criptomoedas no Brasil

Publicidade

Publicidade

A exchange de criptomoedas Huobi Global, fundada na China, mas com registro na República de Seychelles, anunciou na terça-feira (21) uma parceria para permitir a compra de criptomoedas com moedas fiduciárias em vários países da América Latina, entre eles o Brasil.

A iniciativa resulta de uma parceria com a startup com foco em pagamento online AstroPay, criada no Brasil em 2009. No caso do Brasil, será possível enviar dinheiro para a exchange via Pix.

Publicidade


Huobi expande serviços

De acordo com o anúncio das empresas, por meio do acordo, a AstroPay vai permitir que os usuários da Huobi do Brasil, do México, da Colômbia, do Chile, do Peru e do Uruguai comprem os seus criptoativos com dinheiro fiduciário de forma segura por meio da carteira digital AstroPay.

Publicidade

Além disso, os usuários terão ao seu dispor mais de 200 opções de meio de pagamento locais e globais. Isso inclui, por exemplo, cartões de crédito e de débito, transferências bancárias e opções alternativas locais, como o Pix no Brasil e o SPEI no México.

Publicidade

“A América Latina tem uma população jovem e vibrante cheia de entusiasmo pela indústria de criptomoedas. Nós observamos um aumento significativo no número de novos usuários da Huobi Global nesta região. A nossa colaboração com a AstroPay ressalta o nosso objetivo de tornar a compra e a negociação de ativos digitais uma experiência segura, conveniente e agradável para todos”, destacou a diretora financeira do Huobi Group, Lily Zhang.

Enquanto isso, a diretora comercial da AstroPay, Sara Rita, ressaltou que a startup é conhecida por fornecer serviços de pagamento a empresas que buscam atingir a América Latina.

Publicidade

Publicidade

“Os usuários da Huobi Global poderão comprar e vender seus criptoativos em moedas locais. Isso vai acabar levando a mais negociações, a um maior volume e um maior envolvimento no setor.”


Publicidade

Fundada em 2009, a AstroPay é a carteira digital que atende clientes na Ásia, África, América Latina e Europa. A empresa tem escritórios no Reino Unido e na América Latina.

Empresas de cripto de olho na América Latina

Com isso, a Huobi se junta a outros players que também permitem compras de cripto via moeda fiduciária na América Latina. Isso inclui a Bybit e a MetaMask, por exemplo.

Publicidade

Neste mês de setembro, a MetaMask também passou a permitir a compra de cripto via Pix no Brasil. Conforme noticiou o CriptoFácil, a ação foi resultado de um acordo com a startup global MoonPay.

Já a Bybit opera no Brasil desde o ano passado. Mas em abril deste ano, a empresa abriu o seu escritório no país. A empresa tem agora uma equipe com foco em oferecer comércio e serviços de cripto para os brasileiros.

Publicidade

O melhor conteúdo de negócios e economia no Brasil, de graça para você.

Cadastre-se para ter acesso a este conteúdo, é totalmente de graça!

Ao se cadastrar, você concorda com o compartilhamento de seus dados com a Estoa, e com os Termos de Uso , incluindo o uso de cookies e o envio de comunicações