FTX recupera R$ 26 bilhões em dinheiro, criptomoedas e títulos

Publicidade

Publicidade

A exchange de criptomoedas FTX, que está em processo de recuperação judicial desde novembro do ano passado, conseguiu recuperar mais de US$ 5 bilhões em dinheiro e criptomoedas e títulos líquidos.

Em reais, isso equivale a aproximadamente R$ 26 bilhões.

Publicidade

Quem deu a informação foi o advogado que representa a empresa falida fundada por Sam Bankman-Fried (SBF), conforme noticiou a Reuters:

“Localizamos mais de US$ 5 bilhões em dinheiro, criptomoeda líquida e títulos de investimentos líquidos”, disse Andy Dietderich, advogado da FTX, a um juiz de falências dos EUA em Delaware nesta quarta-feira (11).

Publicidade


Publicidade

FTX planeja vender investimentos não estratégicos

O advogado também disse na audiência que a FTX planeja vender investimentos não estratégicos com valor contábil de US$ 4,6 bilhões. Ou seja, pouco mais de R$ 23,90 na cotação atual em reais.

A notícia vem depois que os promotores federais anunciaram planos para apreender pelo menos US$ 500 milhões em ativos ligados à FTX.

Publicidade

Publicidade

O valor de US$ 5 bilhões refere-se a “qualquer valor para detenções de dezenas de tokens de criptomoeda ilíquidos, onde nossas participações são tão grandes em relação à oferta total que nossas posições não podem ser vendidas sem afetar substancialmente o mercado do token”, disse o advogado da FTX, Adam Landis.

Vale destacar que essa quantia de US$ 5 bilhões não inclui os US$ 450 milhões (R$ 2,3 bilhões) em criptomoedas que a Comissão de Valores Mobiliários das Bahamas detém.

Publicidade


FTX: valores encontrados vão ajudar a reembolsar clientes

A empresa FTX entrou com pedido de proteção contra falência em novembro após colapsar e não conseguir atender aos saques em massa dos clientes.

Publicidade

Os promotores dos EUA acusam Bankman-Fried de orquestrar uma fraude “épica” que custou bilhões a investidores, clientes e credores. Estima-se que a FTX deva a mais de 1 bilhão de clientes e investidores.

De acordo com o atual CEO da FTX, John Ray, a FTX perdeu US$ 8 bilhões em dinheiro de clientes após o colapso.

Mas há quem diga que o valor pode chegar a US$ 10 bilhões, o que representaria mais de R$ 52 bilhões na cotação atual. Dessa forma, a mais recente recuperação dos ativos deve beneficiar os clientes e os investidores da FTX.

Os consultores da FTX disseram ter identificado mais de 9 milhões de contas de clientes, segundo o advogado.

Mas a empresa ainda não sabe quanto de dinheiro os credores receberão de volta ou a porcentagem da dívida que vão pagar de cada um.

Publicidade