Brasil registra inflação de dois dígitos após 27 anos

IPCA nacional atinge maior número desde 1994 e chega a 10,25% em um acumulo de 12 meses

Publicidade

Publicidade

O Brasil registrou um marco negativo para a sua economia, a inflação na casa de dois dígitos no mês de setembro, o que não acontecia com a economia nacional desde meses antes da criação do plano real em 1994. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acelerou de 0,87% em agosto para 1,16% em setembro de 2021 e os dados foram divulgados de forma pública pelo balanço do IBGE. 

Em um acumulado de 12 meses a inflação chegou a marca de 10,25% registrando um recorde de alta em dois dígitos não vistos em apenas um único mês, nos últimos cinco anos. É o maior índice anual registrado desde fevereiro de 2016, quando a marca de 10,36% foi registrada em um período anual, o IPCA acumula alta de 6,9% no ano. Os números estavam dentro da estimativa, segundo o IBGE, as projeções realizadas por instituições financeiras apontam um avanço de 1,25%. O IPCA aumentou em relação ao teto da meta de inflação perseguida pelo Banco Central, de 5,25% em 2021. O centro é de 3,75%. O aumento da taxa básica de juros (Selic), por parte do Comitê de Política Monetária do Banco Central, mantiveram os preços num patamar elevado, enquanto o país lida com um alto índice de desemprego.

Publicidade

Principais pontos afetados foram: habitação e energia, oito dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados acusaram alta em setembro, o setor de moradia e habitação teve impacto de 0,41 pontos percentuais, com variação de 2,56%, que acelerou 0,68% em relação a agosto e um dos principais motivos da alta, é o aumento da tributação de energia elétrica, em 12 meses acumula alta de 28,82%, a crise hídrica presente em alguns estados brasileiros foi o motivo do aumento de energia. O setor de transporte teve aumento de 1,82%,  alimentação e bebidas 1,02%, com impactos de 0,38% e de 0,21%, em média geral. 

O que é o IPCA?

Publicidade

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) é o medidor oficial da inflação, calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e  utilizado pelo CMN (Conselho Monetário Nacional). Serve para medir a variação de preços de determinados produtos que compõem a cesta de consumo dos brasileiros, foi criado em 1979 e seu início em 2000 e o Banco Central do Brasil oficializou como meio técnico de medição da inflação nacional.

Publicidade

Publicidade