Dólar cai para R$ 5,20 e euro sobe para mesmo nível da moeda americana

Bolsa fechou com alta de 0,14% em sessão volátil

Publicidade

Publicidade

O dólar fechou em queda, após a forte alta de terça-feira (6), com investidores vendendo moeda para embolsarem ganhos recentes.

O dólar comercial encerrou esta quinta-feira (8) vendido a R$ 5,206, com recuo de R$ 0,032 (-0,61%). A cotação chegou a cair para R$ 5,19 pela manhã, mas ganhou força durante a tarde.

Publicidade


Apesar de subir em quase todo o planeta, o dólar caiu no Brasil para compensar a queda na sessão de ontem (7), em que o mercado não abriu por causa do feriado de Dia da Independência.

Publicidade

O euro comercial, que estava abaixo do dólar nos últimos dias, subiu 0,37% e fechou em R$ 5,206, mesmo nível do dólar, após o Banco Central Europeu elevar os juros básicos em 0,75 ponto percentual, a maior alta desde a criação da moeda única.

Publicidade

Bolsa

No mercado de ações, o dia foi marcado pelas oscilações. O índice Ibovespa, da B3, a bolsa de valores de São Paulo, fechou aos 109.916 pontos, com alta de 0,14%. O indicador iniciou o dia em alta, caiu 1% no início da tarde e recuperou-se perto do fim da sessão.

Nesta quinta, o presidente do Federal Reserve (o banco central norte-americano), Jerome Powell, voltou a dar declarações de que o órgão está comprometido com o controle da inflação, o que aumenta as chances de o órgão elevar, pela terceira vez seguida, os juros básicos nos Estados Unidos em 0,75 ponto daqui a duas semanas.

Publicidade

Publicidade

Taxas mais altas em economias avançadas estimulam a fuga de capitais de países emergentes, como o Brasil.


Publicidade

Paralelamente, as perspectivas de que a região de Chengdu, na China, entre em lockdown extenso por causa dos aumentos de casos de covid-19 afetaram o desempenho das commodities (bens primários com preço cotado pelo mercado internacional), empurrando para baixo as ações de petroleiras.

No entanto, houve um movimento de ajuste para compensar as fortes altas de ontem nas bolsas internacionais, o que fez diversas ações fecharem em alta na bolsa brasileira.

Publicidade

*Com informações da Reuters

*Com Agência Brasil

Publicidade

O melhor conteúdo de negócios e economia no Brasil, de graça para você.

Cadastre-se para ter acesso a este conteúdo, é totalmente de graça!

Ao se cadastrar, você concorda com o compartilhamento de seus dados com a Estoa, e com os Termos de Uso , incluindo o uso de cookies e o envio de comunicações