Dólar cai até R$ 4,9980 com fluxo cambial, mas volta à casa de R$ 5,00

Publicidade

Publicidade

O dólar volta a operar acima dos R$ 5,00, a R$ 5,0065 (queda de 0,90%) há pouco, após furar esse suporte psicológico e cair à mínima a R$ 4,9980 no mercado à vista. A economista-chefe da CM Capital Markets, Carla Argenta, afirma que o dólar já abriu em baixa, alinhado à tendência da moeda no exterior, mas após IPCA-15 acima do esperado, a percepção de que os investimentos em Brasil ficam mais atrativos realimentou o fôlego das entradas de fluxo estrangeiro e a queda expressiva ante o real.

Argenta explica que o resultado da arrecadação federal veio acima do teto das expectativas e os dados do setor externos foram positivos também, apoiando a queda abaixo de R$ 5,00.

Publicidade

Segundo a economista, a arrecadação elevada diminui a necessidade do Brasil de emitir dívida para se financiar e o risco Brasil cai.

Além disso, o IPCA-15 alto jogou a taxa de juros curta para cima mais cedo, mas por outro lado o resultado fiscal positivo torna o Brasil mais seguro, aumenta a capacidade de solvência do país, e favorece a queda de juros futuros.

Publicidade

*Com Estadão Conteúdo.

Publicidade

Publicidade

O melhor conteúdo de negócios e economia no Brasil, de graça para você.

Cadastre-se para ter acesso a este conteúdo, é totalmente de graça!

Ao se cadastrar, você concorda com o compartilhamento de seus dados com a Estoa, e com os Termos de Uso , incluindo o uso de cookies e o envio de comunicações