Descubra como economizar na Black Friday

CNC realiza pesquisa na qual aponta que o nível de inadimplência é a mais alta dos últimos anos

Publicidade

Publicidade

A Black Friday começa na próxima sexta-feira (25), e a Confederação Nacional do Comércio Bens, Serviços e Turismo (CNC) , estima que as vendas sejam de cerca de R$ 4 bilhões.

No entanto, de acordo com os dados da pesquisa feita pela CNC, em setembro deste ano, 80% das famílias brasileiras estão endividadas, assim como parte da população de maior idade estão com o nome no vermelho. Portanto, com a taxa alta de inadimplência,  é importante que a população brasileira pesquise sobre os preços, para poder economizar, nesta Black Friday. 

Publicidade


Dicas para economizar na Black Friday 

Para aproveitar os descontos na Black Friday e não gastar mais do que o necessário, é importante se planejar.

Publicidade

  • O primeiro passo é tentar não comprar por impulso, determinar quais produtos são mais necessários;
  • Depois de fazer uma lista que contém os produtos que você deseja comprar na Black Friday, é importante fazer uma pesquisa para avaliar os preços, se os descontos valem a pena;
  • Na hora da pesquisa é importante estabelecer se você deseja comprar em loja física ou online, já que os preços podem variar dependendo da maneira que você deseja realizar a sua compra. 

É importante ter em mente que realizando uma lista de prioridades de compras, assim como tentar não gastar mais do que seu orçamento permite  pode ser fundamental na Black Friday. 

Publicidade

Sites de pesquisa 

Existem alguns serviços na internet, que podem ajudar na hora do consumidor se organizar para a Black Friday.

O Google, que possui uma área de compras, na qual é permitido pesquisar e comparar preços, assim como o Zoom que também faz pesquisas de preços e verifica o histórico das lojas.

Publicidade

Publicidade

Outros aplicativos que possibilitam realizar uma busca de preços são o JáCotei, Buscapé, Baixou e  o BondFaro.

Além dos aplicativos, é possível pesquisar em lojas físicas, já que os preços podem ser diferentes dos que constam em sites de compras.

Publicidade

Sites de pesquisas podem ajudar o consumidor em seu planejamento de compras Créditos: Reprodução

Os riscos 

Um fato importante em relação aos sites de pesquisas é que muitas vezes alguns lojistas têm algoritmos que pesquisam o histórico do consumidor, fazendo com que o consumidor realize a compra através desses dados, sem poder de escolha. 

Neste período é comum que aconteçam algumas propagandas enganosas, como na internet, onde é comum encontrar anúncios que chamam a atenção do consumidor, mas que não apresenta nenhum valor vinculado.  

Publicidade

Saber como economizar e fazer listas, assim como pesquisas pode ser algo fundamental, entretanto entender como funcionam os direitos do consumidor, pode evitar que além de você gastar mais do que deveria, não ocorra fraudes quando realizar suas compras. 

Na hora de comprar online verifique se o  site é confiável, se os  descontos são verdadeiros, leia os comentários e avaliações de outros consumidores, sendo assim você pode realizar uma compra mais segura. 


Inadimplência 

Em setembro deste ano, a CNC realizou uma pesquisa, na qual apresentou dados que comprovam o endividamento das famílias brasileiras, que bateu recorde, em meio a corrida eleitoral, portanto limitando a capacidade de consumo da população e impulsionado a inadimplência.  

A pesquisa realizada pela CNC considera dívidas a vencer no pré-datado, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, créditos consignados, empréstimo pessoal, assim como prestações de carros e casas.

De acordo com a CNC, o número de pessoas que atrasam o pagamento de contas, cresceu  em setembro, alcançando 30% do total de famílias no país, apresentando um resultado mais alto nos últimos anos. 

Antes de começar a realizar suas compras na Black Friday,  pesquise em vários sites e lojas  físicas, avalie os preços e dicas de outros clientes que também compraram o mesmo produto, fique atento com os riscos e aproveite as suas compras. 

Publicidade