Pagamento do décimo terceiro deve aquecer economia do país

A primeira parcela deve ser paga até esta quarta-feira (30)

Publicidade

Publicidade

Com o pagamento do décimo terceiro salário sendo feito até o dia de amanhã (30), o comércio brasileiro prevê um movimento de altas.

Dessa forma, segundo dados da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), cerca de um terço dos brasileiros pretendem gastar do valor com compras natalinas.

Publicidade

Até o fim de dezembro deste ano, de acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o pagamento do salário adicional deve injetar aproximadamente R$ 249,8 bilhões.

Décimo terceiro movimenta comércio

Até o dia de amanhã (30), todos os trabalhadores brasileiros devem contar com a primeira parcela do décimo terceiro salário paga. Este fator, dessa maneira, deve aquecer a economia do país, promovendo uma maior movimentação no varejo.

Publicidade


Publicidade

Levando em consideração funcionários que têm direito à bonificação das 27 capitais do Brasil, a CNDL busca, em seu estudo, trazer dados acerca da utilização do décimo terceiro salário pelos trabalhadores. Do total, 53,2% das pessoas terão acesso ao 13º.

Segundo os dados coletados pela Confederação, 63,9% dos indivíduos pertencentes às classes econômicas A e B devem receber o benefício.

Publicidade

Publicidade

Já dentre os integrantes das classes C, D e E, a bonificação deve ser depositada a 49,5% dos trabalhadores.

A CNDL concluiu, também, que 35% dos entrevistados planejam gastar o décimo terceiro salário 

Publicidade

com compras natalinas, se preparando para a data comemorativa.

Imagem ilustrativa/Foto: Reprodução

Dos 21,9% de entrevistados que têm como objetivo utilizar a quantia em comemorações de Natal e Ano Novo, 21,1% devem adquirir produtos que têm vontade.

Publicidade

Parte dos funcionários ouvidos pela Confederação também quer quitar dívidas com o salário adicional: 16,6% devem honrar com o pagamento de quantias atrasadas.

Uma parcela dos profissionais pretende, ainda, adiantar impostos e/ou tributos do início de 2023, chegando a 13,2%. 15,3% dos entrevistados querem usar o décimo terceiro salário para realizar compras do dia-a-dia.

Além disso, a pesquisa também indicou que o número de profissionais que querem guardar ou investir a quantia caiu em 5,5%, indo de 34,2% em 2021, para 28,7% neste ano.


Efeitos na economia

Segundo dados publicados pelo Dieese, o pagamento das duas parcelas do 13º salário deve injetar cerca de R$ 249,8 bilhões na economia brasileira, representando aproximadamente 2,6% do PIB (Produto Interno Bruto) do país.

O pagamento será feito a aproximadamente 85,5 milhões dos cerca de 215 milhões de brasileiros. O rendimento adicional médio dessa parcela da população será, de acordo com o Dieese, de R$ 2.672.

Apenas no estado de São Paulo, 22,5 milhões de pessoas terão acesso ao salário adicional, representando 26,3% de todos os beneficiados do Brasil.

Ao total, deverão ser injetados R$ 72,3 bilhões na economia do estado, referentes ao pagamento do 13º.

No estado de Minas Gerais, o benefício deve ser depositado aos servidores públicos em parcela única, no dia 14 de dezembro. O fator, de acordo com o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), Marcelo de Souza e Silva, deve favorecer o comércio do estado.

Marcelo de Souza e Silva, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH)/Foto: Divulgação – CDL BH

“A previsibilidade do recebimento integral do 13º com certeza vai incentivar o consumo. E o fato de ser no dia 14 permitirá às pessoas poderem se programar melhor para fazer suas compras de final de ano”, disse.

Assim, os estados do sudeste devem repassar 49% do total referente ao pagamento do 13º. Logo em seguida, vem a região Nordeste, com uma parcela de 20,6%.

Depois, vem a região Centro-Oeste do país, que deve pagar 9% do total. A lista se fecha com a região Norte do Brasil, que deve repassar 4,9% do valor.

O Distrito Federal garante o maior pagamento do salário adicional no Brasil, repassando cerca de R$ 4.711 para os trabalhadores.

Publicidade