Confira as 5 principais notícias que movimentam o Brasil e o mundo nesta quarta-feira

Inflação da zona do euro e pagamento da primeira parcela do 13º são destaques

Publicidade

Publicidade

Entre as principais notícias desta quarta-feira (30), estão os trâmites para a aprovação da PEC da Transição em Brasília que continuarão a todo vapor depois que a proposta que tirará os gastos com Bolsa Família do teto de gastos conseguiu o número de assinaturas necessárias para iniciar a sua tramitação no Senado Federal.

A expectativa dos membros do governo Lula é de que o texto seja aprovado com urgência já na semana que vem, no entanto, antes disso a PEC da Transição deverá ser encaminhada para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado e posteriormente à Câmara, onde deverá conseguir a aprovação de no mínimo 308 dos 513 deputados.

Publicidade


2. Indicação de Lula para ministério da Defesa

Com a virada do mês e a proximidade da diplomação do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que ocorrerá no próximo dia 12, vão aumentando as conversas para a definição dos nomes que estarão à frente dos ministérios a partir do ano que vem. Além de Fernando Haddad, que é o principal cotado para a Fazenda, Lula também indicará os demais nomes agora em dezembro.

Publicidade

Para o ministério da Defesa, o mais cotado é o ex-presidente do TCU, José Múcio Monteiro, ele já fez parte inclusive de governos anteriores do PT. O anúncio oficial, que deverá ocorrer logo após Lula ser diplomado, deve contar também com a indicação dos nomes para comandar Exército, Marinha e Aeronáutica. 

Publicidade

A possível escolha de Múcio marcaria também o retorno de um civil para a Defesa depois de cinco anos, já que tanto o ex-presidente Michel Temer e Jair Bolsonaro escolheram militares para ocupar o cargo.

3. Último dia de pagamento da primeira parcela do 13º

Esta quarta-feira é o último dia reservado para o pagamento da primeira parcela do 13º salário para os trabalhadores que trabalharam registrados durante o ano. Os funcionários têm o direito de receber, no mínimo, 50% do valor total até hoje, o valor do benefício é equivalente a um mês de salário para quem trabalhou o ano inteiro. A segunda parcela deve ser quitada até o dia 20 de dezembro.

Publicidade

Publicidade

Até o fim de dezembro, de acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o pagamento do salário adicional deve injetar aproximadamente R$ 249,8 bilhões.

4. Inflação na Europa desacelera mais uma vez

De acordo com dados preliminares divulgados pela Eurostat (escritório de estatísticas da União Europeia), a inflação dos países da zona do euro desacelerou pelo segundo mês consecutivo. Segundo a agência, o Índice de Preços ao Consumidor (CPI) deverá recuar para 10% em novembro.

Publicidade

Este resultado para a inflação acumulada de 12 meses até novembro, indicaria uma redução no comparativo com o mês de outubro, quando registrou 10,6%. No entanto, segundo a Eurostat a preocupação com os preços de energia continua alta, e o grupo é o responsável pelos maiores aumentos do CPI.

Confira as 5 principais notícias que movimentam o Brasil e o mundo nesta quarta-feira
Projeto de Lei regulamentará criptoativos no Brasil /Foto: Reprodução

5. Câmara aprova projeto que regula criptoativos

Depois de ter sido adiada no último dia 22, a votação para aprovar o projeto de lei que regulamenta os criptoativos no Brasil aconteceu nesta terça-feira na Câmara dos Deputados e terminou com um resultado positivo. 

Publicidade

O texto do Projeto de Lei 4401/21 que regula o setor cripto foi aprovado e agora tramitará para sanção presidencial. A proposta já havia sido apresentada na Câmara neste ano, mas passou por mudanças no Senado. A principal intenção com o PL é manter a segurança dos investidores.

Publicidade