Confira as 5 principais notícias do Brasil e do mundo nesta quinta-feira

Mercados ficam na expectativa por definições no exterior e após divulgação da Selic

Publicidade

Publicidade

Na manhã desta quinta-feira (27), o mercado financeiro no Brasil e no exterior vive a expectativa por definições com relação aos principais indicadores econômicos na Zona do Euro e nos Estados Unidos. Já no Brasil, na noite de ontem o Banco Central definiu o valor da Taxa Selic na 7ª reunião do ano.

1. Meta vê lucro cair pela metade no 3T22

A Meta Platforms (META), controladora do Facebook e Instagram, divulgou o seu balanço trimestral nesta quarta-feira (26), após o fechamento do mercado. Os resultados apontaram um lucro de US$ 4,4 bilhões no período de julho a setembro, totalizando uma queda de 52% com relação a 2021, quando teve um lucro de US$ 9,1 bilhões.

Publicidade


Os recentes aumentos nas taxas de juros nos Estados Unidos influenciaram o crescimento da Meta neste trimestre, principalmente pela queda no valor arrecadado com publicidades nas redes da companhia. Durante o 3T22, a receita da empresa superou os US$ 27 bilhões, porém teve uma queda de 4%.

Publicidade

2. Taxa Selic é mantida em 13,75%

Após o término da 7ª reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) nesta quarta-feira, a taxa Selic foi definida e o Banco Central manteve em 13,75%. O resultado mantém a taxa básica de juros no mesmo patamar do que foi decidido no último encontro em agosto, quando vinha de 12 altas consecutivas.

Publicidade

A Selic, que está no seu maior valor desde 2016, deve permanecer nesse nível até o final do ano no mínimo. De acordo com projeções de analistas, existe a expectativa de uma queda somente em junho de 2023. A previsão é terminar o ano que vem com a taxa em 13,25%.

3. Definições no exterior

Esta quinta-feira na Europa e nos Estados Unidos trará novas definições com relação a taxa de juros e PIB. A expectativa dos norte-americanos é com relação a divulgação do Produto Interno Bruto do terceiro trimestre. É esperado um crescimento de 2,4% no período, o que trará um alívio após as duas quedas consecutivas e a inflação que tem feito com que o Federal Reserve aumente a taxa de juros.

Publicidade

Publicidade

Já na Europa, o Banco Central Europeu (BCE) deve anunciar os novos aumentos de juros de acordo com a previsão do mercado, uma alta de 0,75 p.p, a terceira consecutiva. É esperado que todas as principais taxas tenham essa elevação (taxa de refinanciamento, taxa sobre depósitos e taxa sobre empréstimos marginais). 

4. Mudanças no teto de gastos após eleição

É esperado para 2023, com a definição do novo presidente da República, que o teto de gastos sofra algumas modificações com relação ao seu limite. A proposta para essa mudança faz parte do plano de governo de ambos os candidatos à presidência.

Publicidade

Confira as 5 principais notícias do Brasil e do mundo nesta quinta-feira
Mudança no teto de gastos faz parte de programas de governo /Foto: Reprodução

O atual presidente Jair Bolsonaro, caso eleito, pretende promover algumas mudanças nos parâmetros atuais do teto de gastos, visto que a manutenção do Auxílio Brasil em R$ 600, com chances de aumentar para R$ 800 faz com que os gastos fiquem acima do limite do teto. Já o candidato Luiz Inácio Lula da Silva, pretende acabar com o teto, prometendo resgatar o superávit primário igual ao seu antigo governo.

5. Balanços Ambev e Vale

Dando continuidade a temporada de balanços, as empresas brasileiras estão divulgando os seus resultados trimestrais ao longo dessa semana, incluindo duas das mais importantes companhias que atuam no Brasil, a Ambev (ABEV3) e a Vale (VALE3).

Publicidade

A empresa fabricante de bebidas divulgou o seu balanço no início da manhã de quinta-feira e trouxe como resultado, um lucro de R$ 3,21 bilhões, que para a companhia representa uma queda de 13,4%. Por outro lado, a receita subiu para R$ 20 bilhões, alta de 11,3%. Após o pregão da bolsa de valores é esperado que a Vale divulgue os seus resultados.

Publicidade