Confira as 5 principais notícias desta quarta-feira para começar o dia bem informado

Divulgação de balanços tem impactado o mercado durante a manhã desta quarta-feira

Publicidade

Publicidade

Entre as principais notícias durante a manhã desta quarta-feira (26), está a expectativa do mercado financeiro pela divulgação dos resultados do terceiro trimestre do Santander (SANB11) e da WEG (WEGE3). As estimativas davam conta de que ambas as companhias registrariam lucro, o que de fato ocorreu, mas com cenários distintos.

O Santander registrou um lucro de R$ 3,1 bilhões no 3T22, o que representa para o banco uma queda de 23,5% com relação ao último trimestre. Enquanto isso, a WEG superou as expectativas dos analistas e ultrapassou R$ 1,1 bilhão de lucro no trimestre, uma alta de 26,8% em comparação ao 2T22.

Publicidade


2. Copom decidirá Taxa Selic hoje

Ao longo desta quarta-feira, acontece o segundo dia de reunião do Copom (Comitê de Política Monetária). Nesta que é a 7ª reunião do ano para definir a taxa Selic, a expectativa do mercado é de que a taxa básica de juros se mantenha em outubro no mesmo patamar de 13,75%.

Publicidade

Resultados de Santander e WEG, Copom define Selic e Petrobras; confira as principais notícias do dia
Copom decidirá Selic hoje durante 7ª reunião do ano /Foto: Reprodução

A manutenção da taxa no mesmo nível do encontro de setembro por parte do Banco Central marcará a segunda reunião consecutiva com a Selic no mesmo valor após uma série de 12 altas consecutivas que tinha se iniciado em março de 2021.

Publicidade

3. Resultados de Google e Microsoft impactam mercados

Além dos resultados de empresas brasileiras, no exterior o período também é de divulgação de balanços, e o mercado financeiro reagiu negativamente aos resultados da Alphabet (GOOGL) e da Microsoft (MSFT) devido às quedas nos resultados. 

Durante o terceiro trimestre, apesar de ter tido um aumento na sua receita de cerca de 10,6%, chegando a US$ 50,1 bilhões, a Microsoft sofreu com uma queda no lucro líquido de cerca de 14%. Apesar da queda de 6% no pré-mercado, o CEO da companhia comemorou os resultados.

Publicidade

Publicidade

Já a controladora do Google, ficou abaixo das expectativas dos analistas, registrando uma queda de 26% no lucro líquido com relação ao mesmo período de 2021, chegando a US$ 13,9 bilhões. O resultado significa para a companhia o seu menor crescimento desde 2013.

4. Novas pesquisas eleitorais mostrarão impacto de prisão de Roberto Jefferson

Nesta quarta-feira, mais três pesquisas eleitorais (Quaest/Genial, Futura/Modal e PoderData) serão divulgadas ao longo do dia, mostrando os panoramas recentes e sob a expectativa para saber se os acontecimentos do final de semana envolvendo a resistência de Roberto Jefferson à prisão influenciaram nos resultados.

Publicidade

Em um momento de afunilamento para o segundo turno, as últimas pesquisas têm mostrado uma aproximação dos candidatos a presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Messias Bolsonaro (PL). A expectativa a partir de agora é para saber se a prisão do ex-deputado afetará a campanha do candidato à reeleição.

5. Petrobras está vendendo combustíveis abaixo do preço de importação

De acordo com o Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), a Petrobras está vendendo diesel e gasolina nas refinarias abaixo do Preço de Paridade Internacional (PPI) há cerca de quatro e seis semanas, respectivamente. A defasagem estaria na casa dos 12,27% para a gasolina e 14,13% para o diesel.

Publicidade

O mercado reagiu ao fato e à declaração de Fernando Borges, diretor de Exploração e Produção da estatal, de que a companhia está atuando dentro dos limites da política de preços, tratando como possibilidade a existência de influência política, devido às informações recentes divulgadas pelo jornal O Estado de S. Paulo que revelaram uma pressão de Jair Bolsonaro para que a estatal não aumente os preços até o fim da eleição.

Publicidade