Simplificando o Tesouro Direto

Publicidade

Publicidade

Sabemos que no Brasil não há a cultura de investir, não somos educados para pensar financeiramente no futuro, e a linguagem rebuscada no mundo das finanças acaba nos assustando ainda mais e retardando a nossa decisão de começar a cuidar melhor do nosso dinheiro.

Por isso resolvi trazer este conteúdo de hoje com a linguagem mais simples possível, para te encorajar a cuidar melhor do seu futuro e investir o seu dinheiro de maneira segura.

Publicidade


O que é Tesouro Direto?

É um programa de vendas de títulos públicos pela internet em parceria com a B3, em termos simples, você empresta dinheiro para o governo e ele te devolve com juros, com data pré-determinada no momento do investimento.

Publicidade

O governo usa esse dinheiro para financiar os seus programas governamentais, são investimentos de renda fixa.

Publicidade

Dentro do Tesouro Direto, você tem 3 produtos diferentes:

  • TESOURO SELIC
  • TESOURO PREFIXADO
  • TESOURO IPCA+

Vamos falar sobre cada um deles:

Publicidade

Publicidade

Tesouro Selic: como o próprio nome já diz, ele está atrelado à TAXA SELIC, que é a taxa básica de juros do nosso país. Tem liquidez diária de d+1, isso quer dizer que você solicita seu dinheiro hoje e ele estará liberado até o dia seguinte (dia útil).

Este tipo de título pode ser usado para reserva de emergência e objetivos de curto prazo.

Publicidade

Tesouro Prefixado: nesta modalidade, você já sabe exatamente quanto vai render o seu investimento, pois já existe uma taxa determinada.

Ele é adequado para objetivos de médio prazo e que já tenham data determinada para acontecer. 

Publicidade

E, porque é importante deixar este título até a data de vencimento contratada? 

Porque ele pode ter rentabilidade negativa em algum momento, o valor do título pode variar ao longo dos dias devido à lei da oferta e demanda, e se você sacar antes pode sim, perder dinheiro, se cumprir com o contratado terá o valor depositado integralmente mais a rentabilidade prometida.

Por isso é importante saber o que está fazendo na hora de investir. Iniciar no mundo dos investimentos com “dicas” é furada.

Tesouro IPCA+: trata-se de um título misto, ele vai render a inflação (IPCA) + uma taxa pré-fixada, é um título para investimento de longuíssimo prazo, como a sua liberdade financeira ou aposentadoria independente.

Ponto positivo: neste tipo de investimento, você sempre estará “ganhando” da inflação.

Lembrando que para todos os títulos incide IOF + IR, o IOF só será cobrado se você resgatar antes de 30 dias, e também é descontada a taxa da B3 (0,25%), tudo isso acontece automaticamente quando o resgate é solicitado, estas taxas são cobradas somente sobre o rendimento da sua aplicação. 

Viu como investir não é um bicho de 7 cabeças? Por isso a importância de saber com clareza quais são os seus objetivos e, porque está investindo, assim você consegue escolher com segurança qual o melhor investimento de acordo com o seu objetivo.

Para ter mais informações sobre os títulos disponíveis neste momento é só acessar o site do Tesouro.

Neste site você obtém informações completas e ainda consegue fazer a simulação. A contratação será feita pela conta da sua corretora.

E aí, clareou para você?

Dinheiro sem destino é dinheiro perdido, o que tem feito com o seu?

-Vanessa Euzebio

*As opiniões do colunista não refletem necessariamente a posição da Estoa.

Publicidade