Minhas queridas ações do Nubank

Publicidade

Publicidade

O Nubank é um banco digital, ou seja, um banco onde seus serviços e atendimento são feitos por aplicativo de uso no celular, computadores e similares além do uso do telefone (voz) e e-mail (escrita), hoje o banco conta com mais de 60 milhões de usuários.

Os bancos digitais revolucionaram o mercado bancário e hoje têm como principal desafio converter todo o esforço em lucro. O banco ficou por algum tempo num modelo de crescimento e se tornou bastante conhecido e amado no país, principalmente por suas baixas tarifas e um atendimento impecável, com esses ingredientes todos acreditavam que um dia ou outro o banco abriria o seu capital e seria listado em bolsa de valores; o que nem todos esperavam era um aporte do megainvestidor Warren Buffet e abertura do capital no mercado acionário americano, passando bem longe da bolsa brasileira, a B3.

Publicidade


Numa estratégia de marketing e para captar mais recursos futuros a empresa possibilitou que seus clientes obtivessem um pedaço ou o equivalente a um BDR (Brazilian Depositary Receipts), sendo esse uma espécie de recibo listado na bolsa brasileira que se referem a empresas negociadas no exterior. 

Publicidade

Acontece que cerca de 7 milhões de brasileiros aceitaram o pedacinho do Nubank e entraram na bolsa de valores sem saberem claramente dos benefícios, riscos e menos ainda das obrigações fiscais que é ter ativos na bolsa de valores, é sabido que apenas depois do período de 12 meses da emissão das BDRs (recibos) é que poderia existir negociação na Bolsa de valores do Brasil ficando assim a obrigação para a declaração de ajuste do imposto de renda apenas no ano  calendário de 2023.

Publicidade

Nubank companhia fechada 

O Nubank anunciou agora no mês de outubro que deixará de ser companhia aberta no Brasil, com isso os BDRs que eram do nível 3 deixarão de existir e apenas os BDRs de nível 1, aqueles que não precisam seguir as normas contábeis brasileiras, não precisam de registro na CVM (Autarquia vinculada ao Ministério da Economia, que tem o objetivo de fiscalizar, normatizar, disciplinar e desenvolver o mercado de valores) seguirão disponíveis, e talvez por não terem tantas garantias quanto aos BDRs de nível 3 você esteja se perguntando o que poderá fazer?

O que posso fazer?

O possuidor da BDR de nível 3 poderá aceitar trocá-las por BDRs de nível 1, trocar por ações da empresa que são listadas nos Estados Unidos ou vender os seus atuais recibos listados na bolsa brasileira, deve-se lembrar que em caso de venda com lucro, os proprietários das BDRs devem calcular o lucro, recolher 15% de imposto de renda sobre esse lucro através do DARF e informar na declaração anual de ajuste.

Publicidade

Publicidade

-Anderson Sousa Barbosa

*As opiniões do colunista não refletem necessariamente a posição da Estoa.

Publicidade

Publicidade