Afinal, qual é o segredo dos investimentos?

Publicidade

Publicidade

O segredo dos investimentos é simples: Pensar no longo prazo! No entanto, o que seria esse tal de “longo prazo“? Por que ele é tão relevante, a ponto de ser praticamente uma unanimidade entre os investidores bem-sucedidos?

A resposta é muito simples. Atualmente, é muito comum, a frase “viva, como se não houvesse amanhã”, no entanto temos atualmente a maior taxa de expectativa de vida, homens 73 anos e mulheres 80 anos (ambos em média). Esse número cresceu 10 anos nos últimos anos.

Publicidade


Investimentos pensando no futuro

Segundo o IBGE, em 1940, um indivíduo ao completar 50 anos tinha uma expectativa de vida de viver mais 19,1 anos, vivendo em média 69,1 anos. Já em 2019, a pessoa de 50 anos teria uma expectativa de vida de mais 30,8 anos, esperando viver em média até 80,8 anos (11,7 anos a mais).

Publicidade

Em 2022, levando em consideração o impacto consciente da pandemia e democratização da informação da internet, essa expectativa de vida tende a crescer cada vez mais, pois a população está buscando viver cada vez mais saudável, buscando desde consultas médicas preventivas (nutricionista, terapias funcionais) à prática de atividade física.

Publicidade

Em outras palavras, temos que considerar que viveremos sim, por uma média de 80 anos. Por isso, considerando esses dados do IBGE, a frase muda. Viva, como se houvesse o amanhã SIM! E que bom poder desfrutar nossa vida por longos anos. Entretanto, e nossa saúde financeira, como fica? Temos que cuidar dela, afinal não queremos trabalhar até o final da vida, não é mesmo? Por isso, o segredo do investimento é simplesmente pensar nisso, parar de trabalhar o mais cedo possível e desfrutar da vida o máximo que puder, ter liberdade geográfica, de tempo e financeira. Por isso pensar no amanhã, no longo prazo, é o que faz a diferença na hora de investir.

Tenha um propósito

O segredo de pensar no longo prazo está em sair da famosa “corrida dos ratos”, muito bem citada no livro Pai Rico, Pai Pobre, do autor e investidor famoso Robert Kiyosaki. A Corrida dos ratos, é uma expressão levada para comparar a maioria da população com os ratos de laboratórios, que passam os dias presos correndo sem destino algum, vivem no modo automático, inconscientemente repetem um ciclo viciante, no caso as pessoas, seguem o mesmo fluxo, passado de geração a geração, que consiste em se formar numa faculdade, trabalhar, comprar carro, casa financiado e pagar dívidas, não sobrando dinheiro algum para investir.

Publicidade

Publicidade

Quando passamos a ter a compreensão profunda do poder dos juros compostos, você deixa de parcelar, e passa a pagar à vista, economizando, investindo e valorizando o bem mais caro que existe no mundo, o tempo. E tempo se traduz em dinheiro. Quanto mais tempo livre você quiser para fazer as coisas que você gosta, mais investimento você tem que ter trabalhando para você, o que chamamos de renda passiva. Pense nisso na hora de gastar. 

Reflita se realmente vale a pena trocar o prazer curto e momentâneo pelo duradouro a longo prazo.

Publicidade

-Alice Economista

*As opiniões do colunista não refletem necessariamente a posição da Estoa.

Publicidade

Publicidade