5 Pontos em comum entre planejamento financeiro e rapel

Publicidade

Publicidade

A falta de educação financeira tem sido um problema que se agrava em tempos de inflação alta. Um estudo realizado recentemente pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), divulgou que 78% das famílias brasileiras estão endividadas, a pesquisa aponta que é o maior índice desde o ano de 2010.

As causas que levam uma família a se endividar são inúmeras, desde a falta de planejamento financeiro até problemas inesperados como desemprego ou doenças. Mas existe um fator determinante para evitar que alguém seja levado ao endividamento: a mentalidade.

Publicidade


Qualquer pessoa que deseja mudar as próprias finanças e passa a pesquisar na internet sobre o assunto, vai se deparar com um dos temas mais abordados pelos educadores financeiros: mentalidade e autocontrole emocional. Isso porque, todo o educador financeiro, entende que finanças é algo muito mais comportamental, do que de fato a aplicação de técnicas de controle financeiro.

Publicidade

A verdade é que mesmo diante de tanta informação disponibilizada, poucas pessoas estão de fato atentas a essa virada de chave. Uma virada de chave pode ocorrer de forma abrupta, ou de forma lenta. Vai da percepção de cada um.

Publicidade

Recentemente, eu fui convidada a fazer parte de um grupo de pessoas que se interessam por aventuras, trilhas, passeios e natureza. Minha conexão foi imediata pois acreditei que me faria muito bem. Em seguida, foi oferecido um curso de rapel, e consequentemente, as próximas aventuras seriam com esse objetivo. A princípio pensei que aquilo não tinha nada a ver comigo, mas já estava dentro do grupo e resolvi ficar e seguir o fluxo.

5 aprendizados relacionados com finanças

Desafio

Fazer o planejamento financeiro, ou iniciar nos investimentos pode ser um desafio para muitas pessoas, logo vem em mente obstáculos que podem dificultar a tomada de decisão: o medo, a falta de conhecimento, a ideia de que não vai conseguir e assim por diante. Da mesma forma acontece no desafio de fazer rapel. As pessoas que se sentem desafiadas a um esporte como esse, precisam trabalhar a mentalidade e as emoções para atingirem seus objetivos.

Publicidade

Publicidade

Decisão

Depois de aceitar o desafio, vem a tomada de decisão. Sim! Todo mundo pode se sentir desafiado a fazer alguma coisa, mas aceitar ou não, essa é a questão! Muitas pessoas até adiam tomar uma decisão por não se sentirem preparadas para o desafio. Quando se decide por algo, deve-se ter em mente que existe um caminho a percorrer, e que é uma batalha individual, o resultado final virá com o aprendizado e a superação dos obstáculos durante o trajeto.

Aprendizado

Para fazer um bom planejamento financeiro é necessário aprender alguns métodos que ajudam nessa jornada, como por exemplo, o mapeamento das finanças para identificar gastos desnecessários, fazer o ajustes dos custos essenciais para equilibrar as finanças, sem esquecer de separar um percentual para o lazer, pois isso ajuda no alívio do stress causado pela desorganização financeira, e pensar em uma reserva de segurança baseado no custo mensal. 

Publicidade

O planejamento financeiro não acontece tão rapidamente como descrito aqui, é um aprendizado diário, pois exige da pessoa uma dedicação de novos hábitos e um aprendizado relacionado ao controle emocional, para não entrar em desespero quando tomar ciência das dívidas, ou mesmo em um momento de ansiedade, efetuar compras para aliviar o stress. 

No rapel, acontece algo parecido, ninguém sai descendo de uma altura considerável sem ter o mínimo de conhecimento dos equipamentos utilizados, ou sem aprender a fazer corretamente a ancoragem, ou o mapeamento do local da descida, ou a checagem dos equipamentos, e principalmente sem entender como lidar com as emoções.

Publicidade


Superação

O quarto aprendizado é a superação, e acontece sempre após a primeira tentativa, onde percebe-se que as dívidas e as finanças não são tão difíceis de lidar, e que é totalmente possível ter um controle financeiro e um planejamento mensal. A superação vem quando se entende que é um exercício de paciência até alcançar os resultados, é também a resiliência de tentar mais uma vez, é não deixar para depois, é ter o controle dos cartões de crédito, dos extratos bancários e do caderno de anotações, ou planilha de acompanhamento. No rapel, a superação vem após a primeira descida independente da altura, pois, ao chegar ao solo, percebe-se que os passos mais difíceis já foram dados, ou seja, o desafio aceito, a tomada de decisão, o aprendizado das técnicas, e a superação do medo de cair.   

Resultado

E por fim, vem o resultado, que tanto nas finanças quanto na prática do rapel, são alcançáveis e possíveis, basta que você não pare a sua jornada, e continue se aperfeiçoando cada vez mais. E se eu tivesse que te dar um conselho seria: Comemore suas superações e seus resultados!

Até a Próxima.

-Luciana Barbosa

*As opiniões do colunista não refletem necessariamente a posição da Estoa.

Publicidade

O melhor conteúdo de negócios e economia no Brasil, de graça para você.

Cadastre-se para ter acesso a este conteúdo, é totalmente de graça!

Ao se cadastrar, você concorda com o compartilhamento de seus dados com a Estoa, e com os Termos de Uso , incluindo o uso de cookies e o envio de comunicações