Caixa registra lucro de $ 3,2 bilhões no balanço do terceiro trimestre

Caixa avança nos lucros em relação a trimestres anteriores

Publicidade

Publicidade

Nesta quarta-feira (09), a Caixa Econômica Federal,  divulgou o resultado financeiro do terceiro trimestre de 2022, apresentando um lucro líquido de R$ 3,2 bilhões e aumentando o seu rendimento financeiro em 75,9%.

O patrimônio líquido da caixa aumentou 10,1% em 12 meses, alcançando a marca de R$ 122,8 bilhões. Já o número total de ativos Caixa chegou a R$ 1,6 trilhão, avanço de 5,1%.

Os balanços da Caixa 

Publicidade

De acordo com as informações divulgadas pelo banco, o aumento de lucro de um trimestre para outro foi possível: “Através do incremento nas receitas de prestação de serviços e melhora na qualidade e solidez da carteira em função da consistente gestão de risco da instituição”.

Com os resultados positivos no balanço financeiro, a Caixa registrou o maior recorde de crédito, com uma contratação de crédito imobiliários de  R$ 48,2 bilhões, que de acordo com o banco é devido os recursos da poupança (SBPE), que mantém a liderança  de contratações da modalidade, neste período.

Publicidade


Publicidade

Em market share, que representa a empresa no mercado total de crédito imobiliário, o banco bateu o recorde de 65,7%. Na carteira habitacional também o recorde foi de R$ 618,6 bilhões, uma alta anual de 12,8%.

A caixa publicou em uma nota que: “O resultado recorde de contratação é fruto de estratégias inovadoras e de longo prazo, com foco na rentabilização da base, cross selling e fortalecimento nas relações com o cliente, com o lançamento de novos e competitivos produtos, assim como a digitalização dos processos, por meio do App Habitação”.

Publicidade

Publicidade

A margem financeira, no qual o banco atribui a variação ao bom desempenho nas receitas com operações de crédito, os ganhos da instituição com empréstimos  aumentou em 2,8%, o equivalente a R$ 12,5 bilhões. 

Na receita proveniente da carteira de crédito, o aumento foi de 47,1% em um ano, para R$ 26,7 bilhões. No crédito agro, foi de 458,3%, já na habitação o aumento foi para 46,8%.

Publicidade

No crédito para pessoas físicas o aumento foi de 45,2%, portanto, a carteira de crédito da Caixa cresceu em 16% em um ano, cerca de R$ 977 bilhões.

Um dos bancos da Caixa Econômica Federal Créditos: Reprodução

Balanços anteriores 

A Caixa teve uma queda de lucro recorrendo no primeiro semestres de 2022, devido o atraso de provisões de constituídas para créditos em programa garantidos, como o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresa de Pequeno Porte (Pronampe), sendo assim neste trimestre, o banco reverteu a situação e levantou os lucros recorrentes.  

Publicidade


No segundo semestre, a Caixa também teve um desempenho menor em cerca de R$ 1,8 bilhão na queda de rendimentos, devido à demissão do gestor do banco, Pedro Guimarães. 

Os ativos 

Em relação aos ativos totais, a Caixa registrou  cerca de R$ 1,6 trilhão, incluindo os fundos administrados, como o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). 

Auxílio Brasil e Inadimplência

Por último, a Caixa não revelou as despesas com provisões contra inadimplência, informando que apenas o índice de cobertura contra atrasos atingiu  231,5%, aumentando os pontos percentuais em 26% por ano.

Logo Auxílio Brasil Créditos: Reprodução

A presidente da Caixa, Daniella Marques, também afirmou que o banco deve retomar os empréstimos de crédito consignado para pessoas que recebem o Auxilio Brasil, no qual o banco havia suspendido devido ao processamento da folha de pagamento federal, na sexta -feira (04). 

Em Outubro, o Tribunal de Contas  da União (TCU), pediu que a Caixa suspendesse o empréstimo,  apontando que o uso do empréstimo poderia interferir politicamente nas eleições presidenciais, fazendo com os eleitores fossem influenciados sobre quem votar.  

A Caixa finaliza a divulgação dos resultados do terceiro trimestre de 2022, com um crescimento de 23,4%, o equivalente a R$ 146,6 bilhões, em relação aos trimestre anteriores.

Publicidade