Binance deve abrir dois escritórios no Brasil em breve e pretende lançar cartão de débito

Publicidade

Publicidade

Que o Brasil está no radar das principais exchanges do mundo, isso não é uma novidade. Mais recentemente, a Binance, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo, anunciou novos planos para o país.

A exchange deverá abrir dois novos escritórios em terras brasileiras e contará com mais 150 funcionários para garantir o suporte aos investidores do país. Inclusive, estes funcionários poderão escolher entre trabalhar no escritório ou remotamente.

Publicidade


Vale lembrar que, no início deste ano, a empresa contava com apenas 60 funcionários e esse número mais que dobrou nos últimos meses, atingindo a margem de 150 colaboradores.

Publicidade

Os dois novos escritórios serão no Rio de Janeiro e em São Paulo, em espaços compartilhados de coworking.

Publicidade

Binance com ainda mais força no Brasil

O boom das criptomoedas no Brasil, ou melhor, na América Latina, pode ser visto de longe. Assim, a Binance, mais do que rapidamente, se prontificou em ampliar seus escritórios no país.

É importante lembrar que em março de 2022, CZ, CEO da Binance, esteve no Brasil, marcando presença no encerramento do Ethereum.Rio e se encontrando com pessoas importantes, como o atual governador de São Paulo, João Doria.

Publicidade

Publicidade

Foi uma semana intensa e bem movimentada. Por isso, é de se imaginar que, naquele momento, os planos de expansão já existiam.

Um cartão de débito deve ser lançado

A Binance foi atingida por problemas de conformidade com leis locais em vários países. Mas isso não é um pretexto para a exchange não continuar tentando se enquadrar às regras das localidades em que está presente.

Publicidade

Atualmente, a mesma está se esforçando para alcançar a conformidade no Brasil. Seguindo essa ideia, a empresa anunciou em março a compra da Sim;paul Investimentos, buscando se tornar uma instituição de pagamentos regulamentada em nosso país.

A operação ainda está em análise pelo Banco Central, mas o vice-presidente global e diretor regional da Binance, Matthew Shroder, declarou:

Publicidade


“Estamos sendo proativos para garantir que, mesmo antes de os novos regulamentos entrarem em vigor, atendamos aos pré-requisitos para operar como uma exchange de criptomoedas.”

Vale destacar que o projeto de lei de criptomoedas brasileiro, apresentado no ano passado, ainda está sendo discutido e, devido às eleições, sua continuidade foi adiada para outubro.

Mas, enquanto isso, pode-se esperar o lançamento de um cartão, na bandeira Mastercard, que permita aos brasileiros pagar usando criptomoedas. A ideia seria algo parecido com a ferramenta recém-lançada na Argentina.

“Os primeiros resultados que estamos vendo na Argentina são que o produto está fazendo muito sucesso. Estamos avaliando quais serão os próximos mercados… Mas dado o tamanho do mercado brasileiro e sua importância para a Binance, o Brasil está sem dúvida no topo da lista dos próximos mercados para este produto”, explicou Matthew Shroder.

*Com Criptonizando

Publicidade

O melhor conteúdo de negócios e economia no Brasil, de graça para você.

Cadastre-se para ter acesso a este conteúdo, é totalmente de graça!

Ao se cadastrar, você concorda com o compartilhamento de seus dados com a Estoa, e com os Termos de Uso , incluindo o uso de cookies e o envio de comunicações