Binance desiste de comprar FTX e aumenta queda na compra de criptomoedas

Bitcoin sofre queda após Binance divulgar que não comprará a FTX

Publicidade

Publicidade

A corretora  de criptomoedas Binance, divulgou que não realizará a compra  da FTX. Além disso, a demanda de criptomoedas caiu nesta quinta-feira (10).

O CEO da Binance, Changpeng Zhao, disse que a tentativa de comprar a FTX está “além de nosso controle ou capacidade de ajudar”, já que a bolsa de criptomoedas enfrenta grandes problemas no mercado financeiro. 

O negócio entre a Binance e FTX

Publicidade

Na terça-feira (8), o CEO da FTX,  Sam Bankman-Fried, divulgou que a Binance compraria a empresa de mineração para tentar solucionar o problema, entretanto  Changpeng Zhao disse que era necessário avaliar a compra antes de oficializar o negócio. 

O Wall Street Journal, publicou que o CEO da FTX disse que a empresa de criptomoedas precisaria de um financiamento de emergência para cobrir um déficit de até US$ 8 bilhões devido a solicitações de saque recebidas nos últimos dias, já que os ativos digitais foram afundados na quarta-feira (09). 

Publicidade


Publicidade

A Binance realizou o processo de diligência prévia,  para avaliar a compra da FTX, após a avaliação, CZ disse que “fundos de clientes mal administrados e supostas investigações de agências dos EUA”, deste modo desfazendo o negócio.

O problema na FTX 

Na semana passada, alguns analistas fizeram publicações em suas contas no Twitter, apontando que a FTX e sua filial, a Alameda Research, apresentaram problemas em relação à má gestão dos ativos dos clientes, assim como nas reservas dos tokens FTT, a criptomoeda criada pela da empresa.  

Publicidade

Publicidade

Changpeng Zhao também utilizou a rede social para falar sobre os problemas  da FTX, dizendo que venderia todos os tokens FTT que a empresa recebeu quando desfez a parceria que tinha com a FTX em 2021, por US$ 2 bilhões.

Com a publicação do CEO da Binance, muitos clientes da FTX começaram a retirar os fundos da corretora alegando as instabilidades, pelas quais a FTX têm enfrentado. Entretanto, a corretora bloqueou os saques feitos pelos clientes dizendo que não possuía fundos suficientes.  

Publicidade

O Wall Street Journal publicou que o CEO da FTX disse que a empresa de criptomoedas precisaria de um financiamento de emergência para cobrir um déficit de até US$ 8 bilhões devido a solicitações de saque recebidas nos últimos dias, já que os ativos digitais foram afundados na quarta-feira (09).

CEO da Binance, Changpeng Zhao  Créditos: Reprodução

A relação do mercado de criptomoedas e o problema da FTX

Por mais que a criptomoeda afetada seja o token FTT, o bitcoin, assim como outros criptoativos, tiveram grande queda, após CZ anunciar que não compraria mais a empresa. Isso porque os investidores  perdem a confiança e aumenta a resistência das autoridades em relação ao mercado de cripto.

Publicidade


Na terça-feira, o receio no mercado de cripto aumentou, e as criptomoedas despencaram, devido a Binance não ter confirmado se prosseguiria com o negócio.

Processo de investigação 

De acordo com a Bloomberg, a crise na FTX está sobre investigação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities, já que, segundo a agência, a FTX lidou de maneira inadequada com os fundos de clientes.

CEO da FTX e Alameda Research, Sam bankman-fried Créditos: Reprodução

Sam Bankman-Fried, publicou em seu  twitter um pedido de desculpas aos investidores e clientes pela crise na empresa de criptomoedas:  “No final das contas, eu era o CEO, o que significa que era responsável por garantir que as coisas corressem bem”, disse ele. “Eu, em última análise, deveria controlar tudo. Eu claramente falhei nisso. Eu sinto muito.”

Por último o CEO, falou sobre o acordo feito com a Binance: “Eu também deveria ter me comunicado mais recentemente. De forma transparente ,minhas mãos estavam atadas durante o período do possível acordo com a Binance; eu particularmente não tinha permissão para falar muito publicamente”.

Publicidade