Banco Central da China pede por aumento do uso do yuan digital

Publicidade

Publicidade

O Banco Popular da China pediu pela ampliação da variedade de cenários de casos de uso para sua moeda digital do banco central.

A autoridade monetária acredita que uma interconexão mais profunda com as plataformas tradicionais de pagamento eletrônico tornará o yuan digital mais conveniente para os consumidores.

Publicidade

Para conseguir isso, esforços adicionais devem ser feitos para expandir os cenários e o ambiente para o uso do yuan digital, enfatizou o vice-governador do PBOC, Fan Yifei, em um comunicado durante um recente fórum sobre finanças digitais realizado em Pequim.


Publicidade

Citado pelo portal de notícias China.org, administrado pelo governo, Fan elaborou que os regulamentos e padrões em áreas como identidades digitais, Bluetooth e códigos QR devem ser unificados para facilitar a interconectividade dos vários tipos de sistemas de pagamento.

Publicidade

O vice-governador também destacou a importância de melhorar a segurança da plataforma digital yuan, atualizando as tecnologias relevantes para evitar o vazamento de informações confidenciais do usuário e eliminar os riscos à segurança dos dados.

As autoridades na China têm promovido o yuan digital por meio de uma série de campanhas, distribuindo milhões de dólares em e-CNY para estimular seu uso.

Publicidade

Publicidade

Eles também vêm aumentando gradualmente o número de regiões cobertas pelo projeto piloto do yuan digital.

Os casos de uso também cresceram significativamente, com o exemplo mais recente vindo do setor de transporte público.

Publicidade

Em agosto, a operadora do sistema de metrô na cidade de Ningbo, na província oriental de Zhejiang, começou a aceitar pagamentos digitais em yuan, enquanto as autoridades em Guangzhou permitiam que passageiros de ônibus comprassem passagens com a moeda digital emitida pelo Estado.

China e o metaverso

De acordo com uma reportagem da mídia local chinesa, a indústria da China levantou US$ 780 milhões (5,46 bilhões de yuans) em financiamento para desenvolver a tecnologia do metaverso.

Publicidade

Além de 160.000 empresas chinesas, existem cerca de 20 províncias ou cidades que já estão apoiando a tecnologia, acrescentou o relatório.


Além disso, há expectativas de que o tamanho do mercado do metaverso da China cresça para US$ 5,8 trilhões até 2030.

O relatório disse que duas empresas chinesas – a gigante da internet Tencent e a Netease Yaotai — estão competindo e trabalhando para encontrar maneiras de desenvolver o metaverso.

Enquanto a Tencent supostamente está focada em defender a integração da inteligência artificial (IA) com a economia real, Netease Yaotai se concentrou no uso de jogos em nuvem e IA para construir um sistema que melhore as interações no mundo virtual.

Liu Bai, o “responsável” da Netease Yaotai, afirmou que sua empresa possui diferentes tipos de cenários de atividade que serão usados para simulações aprofundadas.

*Com Criptonizando

Publicidade

O melhor conteúdo de negócios e economia no Brasil, de graça para você.

Cadastre-se para ter acesso a este conteúdo, é totalmente de graça!

Ao se cadastrar, você concorda com o compartilhamento de seus dados com a Estoa, e com os Termos de Uso , incluindo o uso de cookies e o envio de comunicações