Americanas (AMER3) anuncia fusão com Lojas Americanas (LAME4) e ações disparam

Em fato relevante, a companhia divulgou que foi aprovada a combinação operacional de seus negócios e que uma possível listagem internacional está em análise.

Publicidade

Publicidade

Nesta segunda-feira (18), a Lojas Americanas S.A. e a Americanas S.A. anunciaram por meio de fato relevante assinado pelo Diretor de Relações com Investidores, Miguel Gutierrez, o procedimento da combinação operacional de seus negócios após aprovação da  assembleia geral de 10 junho deste ano. “A combinação das operações de Lojas Americanas e B2W (que agora se chama Americanas S.A) permitirá a criação de uma plataforma ainda mais poderosa, colocando a americanas em uma posição mais favorável para capturar oportunidades futuras” diz fato relevante.

Ainda de acordo com o comunicado, a empresa afirma que pretende fazer essa fusão antes da possível migração da sua base acionária para uma nova sociedade com sede no exterior. Essa nova listagem teria destino internacional e está entre NYSE ou NASDAQ, ambas norte-americanas. 

Publicidade

“A análise dessa oportunidade está, no momento, em andamento, em nível operacional, devendo o seu resultado, quanto à conveniência e viabilidade jurídica, ser submetido à administração das companhias”, diz fato relevante.

De acordo com o fato relevante do dia 28 de abril, a Cisão Parcial resultará, em redução do capital social de Lojas Americanas em R$5.264.260.302,19. De outro lado, a redução do seu capital social em R$2.804.396.764,34. Estima-se que a realização da Cisão Parcial custe, aproximadamente, R$98.100.000,00.

Publicidade

O mercado de ações reagiu de forma positiva ao anúncio e as ações da Lojas Americanas (LAME4) dispararam 20%, cotadas a R$6,41 com a notícia da reestruturação da empresa. Os papéis da Americanas (AMER3) subiram 4,33%, a R$ 39,07.

Publicidade

Publicidade