Títulos de Renda Fixa: Conheça as vantagens e riscos desta forma de investir

Estão autorizados a emitir títulos deste tipo de investimentos, instituições financeiras, privadas ou públicas, como no caso bancos privados, financeiras, fintechs ou então bancos estatais.

Publicidade

Publicidade

Você tem um dinheiro guardado e quer investir para fazer esse valor crescer, porém, você lutou muito para conseguir esse dinheiro e tem medo de ver tudo ir por água abaixo com um um investimento de alto risco e volatilidade. Se este é o seu caso, o investimento em renda fixa pode ser uma boa opção para você começar no mercado financeiro.

Atualmente, existem duas possibilidades para você investir. A primeira é a renda variável, que tem relação com a compra e venda de ações na bolsa de valores, fundos de investimentos além de outras opções. A segunda é o título de renda fixa, que podemos usar como exemplo o Tesouro Direto, CDB e Debêntures. 

Publicidade

Neste artigo vamos explicar como ela funciona e quais seus benefícios para os investidores. 

TÍTULOS DE RENDA FIXA

Publicidade

Indicado para iniciantes no mercado financeiro, os Títulos de Renda Fixa são basicamente ações de investimento onde há um valor de taxa pré-definido no momento em que o investidor aplica o dinheiro. Sua principal característica é a seguridade, pois os riscos são menores, porém a consequência são retornos menores também. 

Publicidade

Uma característica marcante dos títulos de renda fixa é que a rentabilidade na maioria das vezes possui valor pré estabelecido e como consequência pode apresentar em algum momento uma rentabilidade menor do que a inflação. 

A renda fixa geralmente é um empréstimo de dinheiro de um investidor. O que vai variar entre os tipos de renda fixa é pra onde esse dinheiro vai e quem faz essa intermediação entre o investidor e o destino final.

Publicidade

Publicidade

Este valor pode ser destinado a instituições financeiras ou a uma companhia de capital aberto. Mais abaixo vamos entender quais são as suas diferenças.

Estão autorizados a emitir títulos de renda fixa, instituições financeiras, privadas ou públicas, como no caso bancos privados, financeiras, fintechs ou então bancos estatais.

Publicidade

No caso dos títulos do Tesouro Direto, eles são emitidos pelo próprio governo, e podem ser adquiridos por meio de corretoras credenciadas.

Após a captação de recursos, a instituição pode usar o capital para as mais variadas finalidades como investimentos no agronegócio, setor imobiliário ou até mesmo para fortalecer o caixa interno.

Publicidade

TIPOS DE INVESTIMENTOS EM RENDA FIXA

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um programa do Tesouro Nacional e foi desenvolvido em parceria com a bolsa de valores do Brasil (B3). Ela tem o objetivo de venda de títulos públicos federais para pessoas físicas. Além de acessível e de apresentar muitas opções de investimento, o Tesouro Direto oferece boa rentabilidade e liquidez diária, mesmo sendo a aplicação de menor risco do mercado.

CDB

CDB significa Certificado de Depósito Bancário. É um título privado de renda fixa, emitido por bancos. 

LCI e LCA

Assim como toda Renda Fixa, a Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) são títulos de renda fixa emitidos pelos bancos. A diferença entre eles está no foco do investimento. No caso do LCI, os recursos captados são destinados a aplicações para financiar empreendimentos e atividades do setor imobiliário. Enquanto isso, o LCA é voltado para investimentos do setor do agronegócio. 

Letra de Câmbio

Muito parecido com o CDB, a Letra de câmbio também é um título privado, só que nesse caso é emitido por instituições financeiras. Entre os produtos de renda fixa, a LC é a que costuma pagar maiores taxas, mas também pode apresentar maior risco.  

CRI e CRA

CRI e CRA são títulos de renda fixa que significam, respectivamente, Certificado de Recebíveis Imobiliários e Certificado de Recebíveis do Agronegócio. Esses certificados são, no geral, uma forma que determinadas empresas utilizam para captar recursos.

Debêntures

Debêntures são títulos de dívidas, ou seja, é uma espécie de empréstimo para empresas que as emitem, desde que não sejam instituições financeiras ou de crédito imobiliário.

Publicidade