Juros Compostos: conheça o método de multiplicar seu dinheiro sem riscos

Publicidade

Publicidade

Se você é iniciante, ou está buscando saber mais sobre o mundo dos investimentos, é extremamente importante entender o conceito de Juros Compostos. 

Em sua definição literal, juros compostos são a adição de juros à soma do principal de um empréstimo ou depósito, ou em outras palavras, juros sobre o principal mais juros.

Publicidade

Em outras palavras, os juros compostos é a ferramenta responsável por fazer com que o dinheiro ganhe valorização, pois ele é calculado em cima dos seus rendimentos.

Como funcionam os juros compostos ?

A maneira mais simples de realizar uma reserva é utilizando essa ferramenta, ela é indispensável em combinação com aportes mensais, juntos, eles irão potencializar seus investimentos fazendo com que seu montante cresça de maneira segura e gradativa.

Publicidade

Os aportes mensais é o valor adicionado ao montante já investido, ele fará com que este dinheiro renda cada vez mais.

Publicidade


Este é o método mais utilizado na renda fixa em títulos com liquidez diária, também existem outros tipos de investimentos onde a porcentagem de rentabilidade já é pré estabelecida, portanto não permite aportes.

Publicidade

Publicidade

Entretanto, um outro exemplo é que os juros compostos também são utilizados como base na hora de contrair um empréstimo, pois é o que garante aos bancos o lucro em cima do valor emprestado.    

Da mesma forma que você irá recebê-lo, caso efetue algum investimento na qual seu dinheiro seja emprestado também. 

Publicidade

Ações e os juros compostos 

Diferentemente das ações, que também faz bom uso dos juros compostos, porém, é um investimento de maior risco, ideal para um perfil que não seja tão conservador.

Uma ação é a menor fração de uma empresa de capital aberto, negociada livremente na Bolsa de Valores. Então, se você compra uma ação, está participando diretamente da aquisição de uma pequena parcela de determinada companhia.

Publicidade

Nelas ocorrem muitas oscilações pois, de fato, não há uma taxa de juros e de rentabilidade pré fixada, pois elas variam de forma positiva e negativa o tempo todo. Porém, suas possibilidades de alto rendimento num período curto de tempo agradam os investidores mais agressivos.

Imagem ilustrativa/Foto: Reprodução

Fatores importantes 

• É importante saber que o efeito dos juros compostos nas ações, se resume em reinvestir os valores recebidos através dos dividendos. 

• Em resumo, a ideia é que quanto maior for o reinvestimento dos juros em novas compras, mais rapidamente a quantidade de ações aumentará através desse mecanismo.

• Desta forma você conseguirá fazer com que o dinheiro trabalhe para você. 

Conceito de investimento

Em linhas gerais, investimento significa a aplicação de capital com a expectativa de um benefício futuro. O investimento produtivo se realiza quando a taxa de lucro sobre o capital supera ou é pelo menos igual à taxa de juros do capital investido.

Atualmente, existe um leque de opções relacionados a diversos tipos de investimentos, o melhor a ser feito neste caso é avaliar o seu perfil de investidor.


Levando em consideração este fator, ele também poderá variar de acordo com seus planos de curto, médio e longo prazo.

É importante ressaltar que é possível aderir à quantos quiser, desta forma você diversifica sua carteira, tornando-os mais viáveis de acordo com cada objetivo.

Passo a passo para realizar investimentos

• Primeiro passo: você deverá abrir uma conta em banco ou corretora;

• Realizar o cadastro dos dados bancários;

• Aguardar aprovação; 

• Efetuar a transferência do dinheiro;

• e por último, escolher os ativos na qual deseja investir.

Portanto, os juros compostos atrelados tanto às ações, que são caracterizadas como renda variável, quanto a outros investimentos, garantem um incrível potencial de rentabilidade.

Publicidade