Fundos de Inflação: Conheça a inflação como investimento

Veja como a inflação pode ser mais que um fator econômico de um país, se tornando também dentre os fundo de investimento

Publicidade

Publicidade

Quando uma compra é feita significa que alguém tem o valor em dinheiro que aquele produto ou serviço vale, e quando eles ainda são comercializados e há a necessidade de compra, isso gera o efeito de mais dinheiro em circulação, de forma desproporcional para representar os bens, serviços e o trabalho, o que causa uma desvalorização do dinheiro, em que ele passa a valer menos por não ter o que representar e isso causa a inflação de um país e também a criação de um dos fundos de investimentos.

Para que esse tipo de acontecimento seja precavido, é aberto nos fundos de investimentos os chamados fundos de inflação, dos quais, basicamente, protege o dinheiro de um investidor, de forma que impede a desvalorização do recurso que será obtido pelo investidor.

Publicidade

Os fundos de inflação e como funcionam seus rendimentos referente às 

taxas básicas e a proporção da inflação no cenário econômico   

Publicidade

São os fundos de investimentos que tem como índice de prever a rentabilidade que será obtida por meio do número que a inflação estiver no momento da aplicação, então neste ponto já podemos entender que os fundos de inflação são títulos de renda fixa, atrelados ao IPCA.

Publicidade

É o IPCA que fornece rentabilidade prefixada e pós-fixada por isso que se a inflação estiver baixa e um investimento no fundo de inflação for feito, o investidor terá uma parte da rentabilidade garantida em valores alto, pois no momento da aplicação obteve uma garantia de quanto receberia no dia do vencimento e o risco de prejuízo se torna menor. 

É por essas razões que os fundos de inflação são usados como benchmarks, ou seja servem como um fator importante para se saber quanto um investidor terá de rentabilidade no vencimento, pelo menos o quanto de recursos terá referente a metade da aplicação.

Publicidade

Publicidade

Como dito anteriormente, os fundos de inflação asseguram parte do patrimônio de um investidor. 

Se ele investe em um momento em que o índice da inflação e do IPCA estão em níveis baixos, o dinheiro dele está valorizado, ou seja, a compra é valiosa para o mercado financeiro e isso causa um juros alto quando o dinheiro for recolhido.

Publicidade

Caso esse recolhimento seja feito em uma momento em que a inflação aumentou, a outra parte será menor, no entanto, não terá perda de dinheiro por conta da rentabilidade prefixada.

Pense que é uma forma de alguém guardar o dinheiro e ter ele com juros altos em um momento onde o dinheiro vale menos que no passado, mas se a inflação estiver menor, terá na parte pós-fixada o juros mais alto do que no dia da aplicação, o que leva principalmente a expectativa de um futuro cenário inflacionário baixo, pois o rendimento será maior, por conta da taxa selic, que quando está atrelada a uma inflação baixa tem uma porcentagem alta, o que garante mais juros para os investidores.

Publicidade

Vale lembrar que mesmo sendo títulos de renda fixa, não são títulos oferecidos pelo governo, mesmo que sejam semelhantes, há uma mudança na porcentagem dos impostos cobrados sobre gestão de um fundo de inflação que oscila entre 0,5% a 2%.

Outra maneira que é possível mensurar o rendimento auferido nos fundos de inflação é por meio dos Fundos IMA-B, que são os Índices de Mercado ANBIMA (Associação Brasileira da Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), esses índices do IMA-B é um cálculo em que mostra o rendimento do tesouro IPCA somado ao título híbrido referente ao índice da inflação.  

Vantagens dos fundos de inflação

Este tipo de fundo de investimentos, oferecem uma alta liquidez, isso significa que os rendimentos podem ser pegos antes da data de vencimento, por estarem na bolsa de valores, algo que vale a pena quando tem uma liquidez alta, tem a possibilidade menor carga tributária em alguns casos, se o mercado econômico estiver em um cenário favorável existe altamente a possibilidade de um rendimento maior que o esperado e por fim o juros de rendimento é o juros real, então a inflação baixa gera um juros real descontado da inflação.

Desvantagens dos fundos de inflação

Há algumas desvantagens importante estar atento, por exemplo, há outros tipos de investimentos que têm características semelhantes aos de fundo de inflação e que podem gerar mais rentabilidade e que cobrem menos tributos, também pode acontecer do administrador não acertar as previsões e o prejuízo ser grande e por último, pode ocorrer do governo cobrar os impostos de renda de um investidor diretamente do fundo de inflação. 

Atente-se ao cenário econômico do seu país

Estar ciente das políticas econômicas, tanto as passadas, para servirem de fundamento a escolha de investimentos atuais,tanto com as atuais, pois podem ser comparadas com as decisões feitas no passado e mostrar que não deram certo, e que certamente não darão certo novamente, e podem te prejudicar ao investir, assim como o contrário pode acontecer, por isso é importante estar atento aos acontecimentos, são úteis para tomadas de decisões.

Conheça outros tipos de fundos de investimentos, veja o que é e como eles funcionam!

Publicidade