Educação financeira Infantil: Qual a importância?

Ensinar as crianças a poupar o dinheiro de forma interativa pode estimular a vida financeira positiva no futuro

Publicidade

Publicidade

A matemática está em tudo em nossas vidas, enquanto crianças é importante estar sempre estudando matemática para que na vida adulta, as práticas aprendidas sejam aplicadas, conforme o crescimento e evolução escolar, álgebra, física, química, frações e equações vão aparecendo na vida estudantil e cada vez mais difícil,assim como a vida financeira de muitos adultos, mas em um passado distante, sem acesso às tecnologias, era mais complicado se planejar.  

Quem nunca jogou banco imobiliário? Este jogo parece apenas minutos de lazer e diversão, mas existe por trás de seu tempo utilizado para jogar, mais que simples momento e sim um aprendizado.

Publicidade

Jogar com crianças e explicar cada conceito e estratégias para que elas vençam o jogo ou simplesmente vencer e fazer ela compreender que perdeu no jogo, devido falta de planejamento. É fundamental estimular a educação financeira infantil.

O que é educação financeira infantil?

Publicidade

O ato de ensinar as boas práticas financeiras às crianças é a educação financeira infantil, no qual ela deve aprender a importância do dinheiro e o poder que tem sobre as pessoas, aprendendo os princípios básicos de como lidar com o dinheiro e assim prosperar em sua vida adulta.

Publicidade

O processo é aplicado de forma simples, com pequenos exemplos no dia a dia da criança e aplicado de uma forma que compreenda a necessidade de poupar.

A importância da educação financeira infantil

Publicidade

Publicidade

A importância maior da educação financeira infantil é fazer com que a criança entenda desde sua infância, o valor que o dinheiro possui sobre as pessoas, objetos e situações. Ela associa que não ter dinheiro é a causa de não poder acontecer uma ação e entender que não é para desespero.

O comportamento em situações de crise financeira familiar ou limitação do orçamento familiar, pode ser mais instável se esta criança entender a valorização do dinheiro. 

Publicidade

Como inserir a educação financeira infantil no dia a dia?

Talvez esta seja a maior dúvida, como é que uma criança se interessa por isso? Não é simples o processo mas é válido, os responsáveis por esta criança precisa se planejar para que ensine todos os dias e aplique isso de forma que não pareça uma obrigação para o “aluno” da família, precisa-se de uma forma interativa, divertida e que fixe os conceitos na cabeça das crianças, o movimento de ação por repetição, quando se fala várias vezes a mesma coisa em momentos estratégicos, é um ponto que pode funcionar.

Publicidade

Uma mesada semanal com um valor simbólico é um passo inicial interessante para ir fixando os conceitos, assim o passo seguinte é indicar que ela precisa manter aquele dinheiro para ter o que deseja, caso o dinheiro não seja suficiente, neste momento ela vai aprender que o planejamento de poupar e assim começar a guardar a quantia que necessita para conseguir aquele item que deseja.

Um exemplo estratégico é o aprendizado pela brincadeira, estimulando a competitividade, algo que não é ruim, ajudando assim a entrar no mercado de trabalho.

Jogos boardgame, os clássico e atualizados jogos de tabuleiro, são uma estratégia para ensino, algo que a criança precise calcular e entender o preço e o que ela precisa fazer para vencer, super trunfo, jogo da memória e até o uno, são jogos que ela necessita um raciocínio lógico. Brinquedos que façam ela entender o que é um “troco”, cobrança, oferta, demanda, podem construir nela quando crescer, uma consciência de memória do que jogou e assim poderá ser mais fácil o manuseio com a moeda.

Esses boardgames são importantes em tempos modernos em que a tecnologia tem interferido muito no processo de aprendizado infantil, celulares e tablets para distrair, falta de tempo de seus responsáveis, prejudicam a parte de estudo da criança, assim ela tem uma tendência a não desenvolver uma educação financeira e social, prejudicando seu futuro.

Os momentos certo para celulares e o que está neles, é totalmente responsabilidade de seus cuidadores e pais.Um porquinho ou qualquer outro animal como cofrinho, funciona para uma soma anual para a criança, criando o laço com o objeto mas sabendo que ele precisa estar firme até o final, para que então ela consiga um grande valor e obtenha seu produto de desejo.

Se você tem alguma dica ou este artigo te ajudou com a educação financeira infantil, contate-nos e compartilhe sua experiência.

Publicidade